Fotografia: Unsplash

A Polícia Judiciária, através da Diretoria do Centro, em articulação com o Comando Distrital da PSP de Santarém – Divisão de Tomar, “identificou dois homens pela presumível autoria dos crimes de sequestro agravado e roubo qualificado, factos ocorridos em finais de junho de 2022, na cidade do Entroncamento”, refere-se em comunicado.

A partir de uma investigação da PSP de Tomar, relativa a crimes de furto, “viriam a ser recolhidos importantes elementos probatórios quanto à eventual autoria dos referidos crimes de sequestro e roubo, e detido em flagrante delito um dos suspeitos, na posse de plantas de cannabis e de uma arma de fogo”.

Segundo informa a PJ, “a operação policial foi desencadeada no dia 06 de julho, após a materialização das suspeitas, com a colaboração do Departamento de Investigação Criminal da Polícia Judiciária de Setúbal e do Destacamento Territorial da GNR de Palmela”, tendo sido possível encontrar e deter o segundo suspeito em Setúbal, “em cumprimento de mandado de detenção emitido pelo DIAP de Santarém”.

Na mesma ocasião, foi recuperada pela polícia “uma viatura da marca Mercedes furtada no Entroncamento em maio do corrente ano”.

As autoridades policiais dizem que “da investigação em curso resultou que este grupo criminoso terá vindo a apropriar-se de consideráveis quantias em dinheiro, ouro, armas de fogo, viaturas e outros objetos de valor, mediante a prática organizada e reiterada de crimes contra a propriedade, selecionando criteriosamente alvos na zona Centro do país, sobretudo residências”.

Os detidos, com 45 e 60 anos de idade, já referenciados por ligações à prática de crimes de furto e tráfico de estupefacientes, foram presentes a Tribunal para primeiro interrogatório judicial, ficando ambos sujeitos à medida de coação de prisão preventiva.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.