Foto: DR

Pedro Ferreira (PS), presidente da Câmara de Torres Novas, deu conta em reunião de executivo da “ligação indireta” do município torrejano com o eventual aeroporto em Santarém – sendo Torres Novas um dos quatro concelhos abrangidos pela zona da localização pretendida do novo aeroporto – considerando o autarca que esta estrutura criaria “um desenvolvimento económico imparável na região”.

Pedro Ferreira começou por referir na reunião desta quarta-feira, 28 de setembro, que iria abordar um ponto “muito importante” que andou “um bocado escondido” nos últimos três anos da opinião pública, mas que agora saltou para a ordem do dia: a questão do eventual aeroporto na zona de Santarém, que veio juntar-se a outras propostas de possíveis aeroportos, naquele que é já um “romance antigo”, referiu.

Dando nota de que foi contactado pelo presidente da Câmara de Santarém, Ricardo Gonçalves (PSD), que “foi o primeiro a ser contactado pelo grupo empreendedor, já há algum tempo a esta parte, há cerca de três anos”, altura em que foi solicitado o sigilo possível sobre o processo, notou Pedro Ferreira, o autarca disse que agora o Governo vai apreciar a situação e criar uma comissão de acompanhamento, na qual estarão presentes os autarcas das zonas onde se prevê intervenção, sendo que da região constam quatro concelhos: Santarém, Golegã, Alcanena e Torres Novas.

Pedro Ferreira, sobre a questão do eventual aeroporto em Santarém (a partir dos 39m.50s).

O líder do município torrejano deu ainda conta de que um representante do grupo empreendedor vai expor o assunto à Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, apresentando o ponto de vista técnico e de desenvolvimento económico, e que têm sido desenvolvidas reuniões com os restantes presidentes de Câmara e com quem representa o grupo investidor.

O responsável deste grupo já contactou telefonicamente com Pedro Ferreira, conforme o mesmo revelou, “a fazer o seu ponto, e obviamente a apelar às Câmaras envolvidas para pesando os prós e os contras, tomarem uma decisão que no nosso entender, ou do que eu tenho falado também com os outros presidentes de Câmara, que era bom para o distrito de Santarém, e que criava um grande desenvolvimento económico, imparável na nossa região, obviamente com as partes altamente positivas e algumas negativas, como em tudo na vida”, disse o autarca.

“É esse processo que está a ser desenvolvido e que publicamente aqui assumo que a Câmara de Torres Novas está, de uma forma indireta, envolvida ou será chamada para uma comissão que irá acompanhar todos estes processos”, disse Pedro Ferreira.

“Isto não está nada garantido obviamente, além de Santarém há pelo menos mais três hipóteses. Sabemos que Leiria também subscreve que seja na região de Santarém, mas há ainda muita coisa a esclarecer e, sobretudo, há que saber qual é o ponto de vista do próprio Governo, porque é o Governo, obviamente, que irá decidir onde é que fica o aeroporto”, terminou o autarca.

Rafael Ascensão

Licenciado em Ciências da Comunicação e mestre em Jornalismo. Natural de Praia do Ribatejo, Vila Nova da Barquinha, mas com raízes e ligações beirãs, adora a escrita e o jornalismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *