Os responsáveis das bibliotecas do Médio Tejo fazem recomendações de leitura no nosso jornal todas as semanas. “A minha avó pede desculpa,” de Fredrik Backman, é a sugestão hoje apresentada por Nuno Ferreira, da Biblioteca Municipal Alexandre O’Neill, de Constância. Passe pela biblioteca… e boas leituras!

A sugestão de leitura da Biblioteca Municipal Alexandre O’Neill recaiu para o romance “A minha avó pede desculpa,” do escritor sueco Fredrik Backman, obra que foi selecionada em 2017 para o Prémio Literário Internacional IMPAC de Dublin (em irlandês: Duais Liteartha Idirnáisiúnta Bhaile Átha Chliath).

A história decorre na Suécia de hoje e segue uma criança, Elsa, de 7 anos de idade, que sabe que é diferente de todas as outras crianças, porque é inteligente e tem o “mau” hábito de corrigir a gramática dos outros. A sua melhor amiga é a sua avozinha, que lhe deixa fazer tudo e que lhe apresenta um mundo paralelo de histórias fantásticas, príncipes e princesas, heróis e super-heróis e de dragões, sempre numa escrita fluída e muito cómica.

Com a morte da avozinha, Elsa vai desvendando o passado da sua querida avó, assim como, de todas as pessoas que foram tocadas por esta.

Os temas tratados são muito atuais, desde o bullying que Elsa sofre na escola, passando pela vida nos centros urbanos e pelas relações nas famílias e entre vizinhos, mas sempre num estilo cómico-crítico. O autor consegue falar de coisas sérias de uma forma inteligente e divertida.

É um livro escrito por Fredrik Backman, jornalista, colunista, blogger e romancista sueco da atualidade, que iniciou a sua carreira como escritor em 2012, com o romance “Um homem chamado Ove”, publicado em Portugal em 2016.

Já publicou 9 romances que estão traduzidos em mais de 25 línguas e alguns foram adaptados para cinema e televisão.

Parece-nos uma boa leitura para este Verão! Boas Leituras!

Nuno Ferreira

Responsável pela Biblioteca Municipal Alexandre O'Neill em Constância

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.