Francisco e Jacinta Marto.

O Santuário de Fátima manifestou hoje alegria pela aprovação pelo papa do milagre que permite a canonização dos beatos Francisco e Jacinta Marto.

“Alegramo-nos com este passo decisivo para a canonização dos beatos Francisco e Jacinta Marto. Aguardamos agora com serenidade a decisão do Papa Francisco relativamente ao anúncio da data e do lugar para essa canonização”, referiu o reitor do Santuário de Fátima.

Numa nota publicada na página do santuário na Internet lê-se ainda que a canonização “é a confirmação, por parte da Igreja de que alguém é digno de culto público universal (no caso dos beatos, o culto é diocesano) e de ser dado aos fiéis como intercessor e modelo de santidade”.

O papa Francisco aprovou hoje o milagre que permite a canonização dos beatos Francisco e Jacinta Marto.

A canonização de Francisco e Jacinta, beatificados pelo papa João Paulo II, em Fátima, a 13 de maio de 2000, estava dependente do reconhecimento deste milagre, a cura de uma criança brasileira, em 2013.

A nota divulgada pela sala de imprensa da Santa Sé explica que o papa Francisco recebeu em audiência o cardeal Angelo Amato, prefeito da Congregação para as Causas dos Santos.

Durante a referida audiência, o papa autorizou a Congregação para as Causas dos Santos a promulgar um conjunto de decretos, entre os quais o atribuído a Francisco Marto, que nasceu a 11 de junho de 1908 e morreu a 04 de abril de 1919, e ainda a Jacinta Marto, que nasceu a 11 de março de 1910 e morreu a 20 de fevereiro de 1920.

A cura da criança brasileira, agora considerada milagre pela Igreja Católica, permitirá tornar santos os dois beatos de Fátima.

Com a canonização, os dois beatos poderão ser os mais jovens santos da Igreja Católica.

O papa Francisco visita Fátima de 12 a 13 de maio, no âmbito das comemorações do centenário das “aparições”.

Agência Lusa

Agência de Notícias de Portugal

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.