A compostagem doméstica poderá vir a ser cada vez mais uma realidade no dia-a-dia de cada habitação. Créditos: DR

A Valorlis, empresa responsável pela valorização e tratamento dos Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) em Ourém, vai disponibilizar, gratuitamente, 614 compostores para a área do concelho oureense, no âmbito do seu Programa de compostagem doméstica. As inscrições decorrem até 30 de novembro.

Para poderem ser elegíveis para ficar com um compostor, os interessados devem residir no concelho de Ourém (ou de Batalha, Leiria, Marinha Grande, Pombal e Porto de Mós – locais de ação da Valorlis), terem um agregado familiar igual ou superior a duas pessoas e residirem em moradias que tenham um jardim, quintal, horta ou terreno agrícola.

Os interessados devem inscrever-se até ao dia 30 de novembro através de um formulário disponibilizado no site da Valorlis. Posteriormente os munícipes serão convocados para participar numa ação de sensibilização de cariz obrigatório, onde é entregue o compostor e são explicadas as regras para ficar com o mesmo, bem como quais as metodologias de reciclagem.

A Compostagem Doméstica é um processo natural de reciclagem de matéria orgânica, que permite aproveitar os resíduos provenientes da cozinha e jardim e transformá-los num fertilizante rico em nutrientes – composto. Esta ação visa contribuir para o desvio de resíduos urbanos biodegradáveis de aterros sanitários, bem como responder aos pedidos e manifestação de interesse dos munícipes.

Rafael Ascensão

Licenciado em Ciências da Comunicação e mestre em Jornalismo. Natural de Praia do Ribatejo, Vila Nova da Barquinha, mas com raízes e ligações beirãs, adora a escrita e o jornalismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.