Assinatura do protocolo de criação da Startup Ourém. Foto: Nersant

A Startup Ourém vai arrancar ainda em 2018. A garantia foi dada pelo presidente da Câmara de Ourém na assinatura do protocolo de parceria entre o Município e a Nersant – Associação Empresarial da Região de Santarém, para a primeira incubadora, a 20 de junho.

Este é um “protocolo importante para o Município de Ourém”, afirmou Luís Albuquerque, apontando que vai “colmatar uma falha existente no concelho”. É “muito importante para o desenvolvimento económico” e pretende “reforçar o seu papel no apoio aos agentes económicos do concelho, e aos que nele se pretendam instalar, facilitando-lhes toda a colaboração de forma a assegurar o desenvolvimento crescente e sustentado dos seus projetos numa fase inicial, contribuindo assim positivamente para o fortalecimento socioeconómico do concelho” explicou.

Ana Teresa Lehmann apadrinhou formalização da cooperação. Foto: Nersant

A estrutura de apoio ao empreendedorismo terá como objetivo atrair e instalar neste concelho novos projetos empresariais. A secretária de Estado da Indústria, Ana Teresa Lehmann, apadrinhou a formalização desta cooperação por estar em Ourém para inaugurar o Espaço Empresa do concelho, momento integrado nas comemorações do dia do Município.

Startup Ourém”ainda este ano” de portas abertas, anunciou presidente da Câmara. Foto: Nersant

A governante defendeu que “são projetos de cooperação desta natureza que fazem a diferença na hora de apoiar o desenvolvimento da economia, pelo que felicito a Associação Empresarial e o Município por este passo dado em prol do empreendedorismo. Tenho a certeza que este projeto resultará em prósperos negócios para o concelho de Ourém”.

A presidente da Associação empresarial da região de Santarém manifestou o compromisso da Nersant para que este espaço seja mais um sucesso. “Somos uma associação com largos anos de experiência ao nível do apoio ao empreendedorismo”, afirmou, referindo-se à equipa especializada no acompanhamento a projetos empresariais. Fruto disso, “apenas 8% das empresas criadas com o nosso apoio não conclui dois anos de atividade, enquanto que a média nacional de mortalidade destas empresas, é de cerca de 48%”, referiu a responsável da Nersant.

A incubadora de empresas de carácter inovador e ligado à tecnologia ficará sediado nas antigas instalações do CRIO, na Praceta Professor António de Oliveira, na cidade de Ourém.

Antes disso, serão efectuadas obras de requalificação do primeiro piso daquele espaço, bem como uma entrada própria no edifício que albergará também o Núcleo da Nersant de Ourém, actualmente instalado no Centro de Negócios. Os procedimentos com vista à requalificação do espaço estão a avançar pelo que o presidente da Câmara de Ourém espera “ainda este ano” ver a Startup de portas abertas.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.