Foto: CM Ourém

A Casa Museu de Seiça foi inaugurada no sábado, dia 23, um projeto há muito desenvolvido pela junta de freguesia.

O espaço, que contou com financiamento comunitário e integra a estrutura do Museu Municipal de Ourém, apresentou ao público a exposição “Registos Religiosos” e ainda diversos elementos arqueológicos, artefactos e utensílios agrícolas de gerações passadas e uma recriação da casa rural de Seiça.

Segundo nota de imprensa, o momento solene foi dirigido pelo presidente da Junta de Freguesia, Custódio Henriques, “que agradeceu a doação do espólio pela população de Seiça e congratulou-se com a inexistência de derrapagens financeiras na execução do projeto”. Terminou com a certeza de que a Casa Museu de Seiça estará sempre disponível para acolher outras exposições e projetos, “numa casa que nos deve orgulhar a todos”.

O presidente da Câmara Municipal de Ourém, Paulo Fonseca, realçou o trabalho desenvolvido pelos serviços da Câmara Municipal, nomeadamente a Divisão de Ação Cultural, na concretização deste projeto e incentivou todos a tornarem esta “casa viva”, como um espaço de memória e de cultura.

Deolinda Simões, presidente da Assembleia Municipal, regozijou-se com o facto de o espólio apresentado “preservar o nosso passado”, salientando que a “cultura é a alma de um povo.”

Cláudia Gameiro

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.