Luís Albuquerque. Foto: mediotejo.net

O executivo municipal de Ourém já aprovou o projeto de execução da requalificação da estrada de Minde, entre a rotunda das oliveiras, em Fátima, e os limites do concelho com Alcanena, com percurso pedonais e cicláveis. O projeto só não avança para concurso público, adiantou o presidente, Luís Albuquerque, porque ainda não há condições para o mesmo. A parte da ciclovia vai candidatar-se a fundos europeus. O investimento global atinge perto dos 5 milhões de euros.

Segundo o resumo da intervenção, facultado ao mediotejo.net, a estimativa de orçamento desta obra é exatamente de 4.994.485,27 euros. A ciclovia/pedovia está estimada em 1.452.459, 75 euros e a requalificação da estrada, com cerca de sete quilómetros, atinge os 3.542.025, 52 euros.

A obra contempla a rede de abastecimento de água, rede de drenagem de águas residuais e domésticas e rede de drenagem de águas pluviais. Na zonada do cruzamento da Giesteira será construída uma nova rotunda. Todo o betuminoso será removido.

Luís Albuquerque constatou que a parte da estrada que vai ser intervencionada encontra-se em mau estado e necessita de reabilitação, mas não há condições de momento para se avançar com o concurso para a obra. Só a ciclovia pode candidatar-se a fundos europeus, pelo que o restante terá que ser assumido pelo município.

Cláudia Gameiro

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.