O Tribunal de Santarém aplicou a prisão preventiva a um homem de 37 anos detido “em flagrante delito” pela prática de violência doméstica contra os seus pais, em Ourém, anunciou hoje a GNR em comunicado.

De acordo com o comunicado, o suspeito, com antecedentes criminais pela prática do mesmo crime, foi detido pela GNR na terça-feira e presente ao Tribunal de Santarém, na quinta-feira, que lhe aplicou como medida de coação a prisão preventiva.

O suspeito tinha sido detido em flagrante delito, após “uma denúncia de que o homem estava em casa a agredir os seus pais”, refere a GNR.

Na sequência da denúncia, os militares da GNR do Posto de Ourém deslocaram-se “de imediato ao local da ocorrência, tendo-se deparado com o agressor a empunhar numa mão uma faca e na outra um isqueiro”.

“No momento em que os militares chegaram, o indivíduo tentou cortar o tubo de ligação a uma botija de gás, que se encontrava na cozinha, com a intenção de provocar uma explosão, não o tendo conseguido devido à pronta atuação dos militares”, salienta a GNR.

Agência Lusa

Agência de Notícias de Portugal

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *