Cartaz Oficial do filme "Fátima" Fonte: IMDB

Apesar da pandemia do novo coronavírus, a Origin Entertainment e a Cinemundo mantiveram para esta quinta-feira, 12 de março, uma antestreia privada do filme “Fátima”, que abrangeu a comunicação social, Santuário de Fátima, Diocese de Leiria-Fátima e a ACISO – Associação Empresarial Ourém Fátima, numa sessão que encheu uma das salas mais pequenas do Cineplace do LeiriaShopping. A estreia nos EUA a 24 de abril e em Portugal a 30 de abril, que poderiam contar com a presença do tenor Andrea Bocelli, que compôs a banda sonora, estão dependentes da evolução do Covid-19.

A superprodução italo-americana do realizador Marco Pontecorvo, que conta no elenco com Joaquim de Almeida, Sónia Braga, Lúcia Moniz, Marco d’Almeida, Joana Ribeiro, Harvey Keitel e Goran Visnjic, “é a maior” até hoje produzida sobre Fátima, avançou a produção. O orçamento de seis milhões de euros, segundo a Lusa, levou as filmagens para Portugal, filmando em Mafra, Sesimbra, Cidadelhe/Pinhel e Tomar.

Antigo bispo de Leiria-Fátima, Serafim Ferreira e Silva, e Reitor do Santuário, Carlos Cabecinhas, foram algumas das personalidades que assistiram ao visionamento Foto: mediotejo.net

Em breves declarações à saída do visionamento da película, o Cardeal António Marto, bispo de Leiria-Fátima, considerou o filme “excelente”, com bons atores, que torna a mensagem de Fátima “atual sem cheirar a beatice”.

Aos jornalistas, o representante da Cinemundo, Nuno Gonçalves, admitiu que a produção está a acompanhar a evolução da pandemia. O objetivo era avançar com a campanha promocional dentro de duas semanas e fazer uma antestreia em Portugal dias 28 ou 29 de abril com o realizador a atores presentes (nos EUA está previsto para 24 de abril), no entanto um eventual condicionamento do acesso às salas de cinema devido ao Covid-19 poderá alterar os planos.

O mesmo sucede com a eventual presença de Andrea Bocelli nas antestreias, uma vez que foram suspensos os voos da Europa para os EUA e o tenor tem passaporte italiano.”Se não for a Nova Iorque, não virá a Portugal”, explicou Nuno Gonçalves.

Com grandes expetativas na película, a organização quer lançar o filme perto do 13 de maio. Se a pandemia levar o Santuário de Fátima a tomar algum tipo de medida mais extrema, a estreia de “Fátima” poderá ser mudada para outubro, adiantou.

c/Lusa

 

 

Cláudia Gameiro

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.