Fonte das Sete Bicas. Foto: DR

A Junta de freguesia de Urqueira, no concelho de Ourém, decidiu mandar colocar torneiras temporizadas na Fonte das Sete Bicas, localizada em Mata, perto de Caxarias, para minimizar o problema da falta de água.

Foi o presidente da Junta, Orlando Cavaco, que anunciou a “decisão difícil, mas necessária e inevitável, para impedir o desperdício de água”.

Aquela fonte é muito procurada não só pelos habitantes das aldeias vizinhas como das cidades de Ourém e Fátima que ali se deslocam para encher garrafões e levá-los para casa. Periodicamente, a junta manda realizar análises à qualidade da água e até agora todas atestam a sua pureza.

“A pressão da água na fonte está a diminuir cada vez mais e a incerteza em relação à sua disponibilidade no futuro deve ser enfrentada por todos nós de forma séria e responsável”, justifica o presidente da Junta, lembrando que “a água é um dos bens naturais mais preciosos e, se não for gerida e preservada, poderá esgotar-se. E a próxima geração tem todo o direito de beneficiar, igualmente, dos nossos recursos naturais”.

O autarca reconhece que “nem todos vão concordar com esta decisão” de instalar torneiras temporizadas, mas diz estar convicto de que “pode fazer a diferença para o nosso futuro coletivo”.

José Gaio

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *