Chá com Arte (pormenor cartaz). Foto: DR

O Consolata Museu – Arte Sacra e Etnologia serve Chá com Arte em dose dupla nos dias 18 e 20 de abril, terça e quinta-feira, em duas novas sessões organizadas por esta instituição e a sua Liga de Amigos. A primeira dose tem como tema “Influências Lusas na arquitetura de imigrantes portugueses em França” e a segunda assinala o encerramento da exposição temporária “Fátima. Olhares…”.

A tertúlia desta terça-feira conta com a participação de Ana Saraiva, antropóloga e mestre em museologia e património, que dá conhecer três tipos habitacionais da arquitetura popular em Portugal. A partir das 21h00 são apresentadas a “casa do trabalhador rural” (1900¬ 1960), a “casa do emigrante” (1970-2015) e a “casa emblematizada” (1990-2015).

Na quinta-feira, à mesma hora, a conversa envolve os alunos da Universidade Sénior de Fátima (Centro de Estudos de Fátima) e surge no âmbito da exposição resultante da parceria entre esta entidade e a Liga dos Amigos do Consolata Museu. A mostra com fotografias dos alunos sobre espaços-memória de Fátima, Cova de Iria e arredores, peregrinações, serviços e locais foi inaugurada no passado dia 3 de março.

Sónia Leitão

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.