Biblioteca Municipal de Ourém. Foto: DR

Como renda mensal pelos espaços da Biblioteca Municipal de Ourém e Arquivo Histórico, a Câmara pagava até agora 2.800 euros. Tendo em conta o elevado valor, a autarquia encetou negociações com o proprietário do imóvel, tendo-se chegado a um acordo em relação à redução daquele montante.

A renda baixou para 2.300 euros, ou seja, 500 euros mensais a menos, feito que o Presidente da Câmara realçou na sessão da Assembleia Municipal de Ourém realizada no dia 18. Os deputados aprovaram por unanimidade o novo contrato de arrendamento.

José Gaio

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *