Câmara de Ourém já aprovou o limite de intervenção para a área urbana de Fátima. Foto: CMO

A Câmara Municipal de Ourém já aprovou o limite de intervenção para a unidade de execução urbana da área central de Fátima, entre a Avenida D. José Alves Correia da Silva e a Av. Papa João XXIII.

A unidade de execução é um instrumento de referência para o desenvolvimento urbano desta área da cidade de Fátima, estabelecendo um modelo de ocupação para o desenho urbano, volumetrias, espaços de utilização coletiva, relacionando o projeto de requalificação já executado para a Avenida D. José Alves Correia da Silva e o projeto de requalificação, em preparação (aguarda conclusão do projeto de execução atendendo aos pareceres emitidas pelas entidades externas, designadamente a Infraestruturas de Portugal), para a Avenida Papa João XXIII (cuja extensão é de aproximadamente 2250 metros).

Esta aprovação prevê, ainda, um período de participação pública de 15 dias, para que os interessados possam conhecer a proposta de limite e formular os contributos, sugestões que julguem pertinentes para o procedimento, que será publicado em Diário da Republica e objeto de divulgação oportunamente.

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *