Consolata Museu. Foto: DR

O Consolata Museu – Arte Sacra e Etnologia recebe a exposição temporária “Consolata – 75 Anos em Portugal” a partir deste sábado, dia 16, no âmbito da 29ª Peregrinação da Família da Consolata a Fátima. A mostra inclui fotografias inéditas do arquivo da Revista Fátima Missionária, objetos ligados ao Seminário de Nossa Senhora de Fátima e relíquias do Cónego Manuel Nunes Formigão, o primeiro investigador dos acontecimentos da Cova da Iria.

Alguns dos principais momentos da presença dos missionários da Consolata em Portugal e o fundador do instituto a nível nacional, Padre João De Marchi (1914-2003), podem ser conhecidos até 26 de maio nesta exposição que conta com a colaboração do CEHR – Centro de Estudos de História Religiosa da Universidade Católica Portuguesa de Lisboa.

Sónia Leitão

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.