Octávio Vicente vai disputar o XTERRA com o dorsal nº1 em representação do TSU. Foto arquivo: mediotejo.net

Durante este fim de semana, dias 21 e 22 de maio, a Golegã será palco de um grande evento que juntará atletas de todas as idades e que serão provenientes de todo o mundo, e que servirá de apuramento para o XTerraWorldChampionship. O XTerra Portugal é dedicado aos amantes do todo-o-terreno juntando os segmentos de corrida (10 km), ciclismo (35 km) e natação (1.5 km), sendo ainda as provas pontuáveis para o XTerra Europe, Campeonato Nacional de Triatlo e Campeonato Nacional Jovem.

Sábado, 21, será reservado à principal competição da agenda. A prova do XTerra Portugal, que servirá de apuramento para o XTerraWorldChampionship, vai juntar dias 21 e 22 na Golegã centenas de triatletas de várias nacionalidades que competirão ao longo de 1,5 km de natação, 35 km de ciclismo (bicicleta de montanha) e 10 km de corrida.

O Campeonato do Mundo disputar-se-á em Molveno, Itália, a 1 e 2 de outubro e Octávio Vicente, que envergará o dorsal nº 1 e que se estreia na competição pelo TSU, quer assegurar a qualificação para um mundial que já disputou no Hawai.

ÁUDIO | OCTÁVIO VICENTE, TRIALETA TRAMAGAL SPORT UNIÃO (TSU):

Octávio Vicente quer assegurar na Golegã o apuramento para o campeonato do Mundo, envergando o emblema do TSU. Foto arquivo; mediotejo.net

No dia seguinte, domingo, serão realizadas as competições do XTerra Kids e XTerra Sprint. As provas juntarão centenas de jovens atletas e será pontuável para o Campeonato Nacional Jovem, sendo disputada em provas distintas que serão alinhadas com os diferentes escalões em competição. O XTerra Sprint será composto pelos segmentos de natação (750 metros), ciclismo (17.5 km) e 5 km de corrida.

O XTerra Portugal é uma organização do Núcleo Sportinguista da Golegã e da Câmara Municipal da Golegã que conta com o apoio técnico da Federação de Triatlo de Portugal e que leva até à Golegã, todos os anos, um grande número de participantes para a disputa de competições nacionais e internacionais destinadas a todas as idades e aos melhores atletas do mundo.

*XTerra Portugal

Mário Rui Fonseca

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.