Chamusca é um território disperso de 746 km2 de área. Foto: mediotejo.net

Já foi publicada em Diário da República a Delimitação da Área de Reabilitação Urbana 4, na Chamusca, processo aprovado pela Assembleia Municipal em abril passado.

De acordo com o aviso publicado no DR de 25 de julho, os limites da área de reabilitação urbana 4 – Chamusca são: sul pela Rua Nova da Nora e Travessa da Coutada a este pelo Bairro 1.º de Maio, Rua João José Samouco da Fonseca, Travessa do Ribeiro, Travessa do Botas, Travessa do Moita e Travessa do Mirante a oeste pela Avenida Almirante Gago Coutinho, Calçada de São Francisco, Rua do Barreiro e Rua do Malcozinhado e a norte pela Avenida Almirante Gago Coutinho.

As áreas de reabilitação urbana são zonas delimitadas nas quais os edifícios, as infraestruturas, os equipamentos de utilização coletiva e os espaços urbanos e verdes de utilização coletiva, são insuficientes e estão degradados, estando em causa as suas condições de uso, solidez, segurança, estética ou salubridade.

Com a aprovação da ARU todos os proprietários passam a ter acesso a benefícios fiscais associados aos impostos municipais, bem como a apoios e incentivos fiscais e financeiros à reabilitação urbana.

O projeto de delimitação da área de reabilitação 4 da Chamusca pode ser consultado no sítio da internet da Câmara Municipal (www.cm-chamusca.pt) e na Divisão de Urbanismo, Planeamento, Obras e Ambiente da Câmara Municipal.

José Gaio

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.