Foto: mediotejo.net

As fortes chuvas e vento que se fizeram sentir nas últimas horas levaram a que a direção da EPDRA tomasse como “medida preventiva” a transferência de três turmas do pólo Centro Escola (um edifício no centro da freguesia, antigo Colégio Infante de Sagres) para a Herdade da Murteira. O diretor João Quinas explicou ao mediotejo.net que, tratando-se de um edifício antigo, com cerca 70 anos, carece de obras, havendo problemas na cobertura que levam a infiltrações constantes, e escorrências de água da chuva. Prevê-se entrada em obra no verão, orçada em cerca de 120 mil euros.

“Devido às chuvadas muito fortes, por problemas na cobertura, ainda começou por ali a pingar, e tendo nós aqui salas na Herdade [da Murteira], o segundo pólo, transportámo-los para cá, e vão continuar por aqui até sexta-feira”, explicou o diretor da escola, referindo que a situação foi mais flagrante em duas salas do piso superior do Centro Escola, garantindo não existir nada de maior gravidade a registar.

“O edifício tem cerca de 70 anos, está previsto entrar em obras este verão, mas não vale a pena estarmos a sujeitar os alunos a algum risco. As escadas e o piso estão molhados, pinga nos corredores, e provavelmente em correrias poderia suceder algum acidente. Nesse aspecto, decidimos transferi-los”

O diretor frisou que foi orçamentado para este ano a intervenção naquele pólo da EPDRA pela DGEstE (Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares), referindo que reuniu com a Secretária de Estado em novembro passado, onde lhe foi dada a garantia de obras de remodelação no verão deste ano, que abrangem ” toda a estrutura, paredes e o telhado”.

“A obra será lançada entretanto, pedi para a obra não ser lançada antes de maio/junho para podermos concluir as aulas e não haver transtornos aos próprios alunos, uma vez que para além das salas naquele pólo, funciona também o internato masculino, que neste momento está completo com 70 alunos”,

Foto: DR

Recorde-se que o edifício em causa se encontra junto da antiga Escola primária de Mouriscas, tendo sido fundado ali o Colégio Infante de Sagres em 1947, e em 1964 passou a funcionar enquanto estabelecimento público dando pelo nome Escola EB 2,3 Dr. Santana Maia, que viria a ser desativada.

Atualmente alberga um dos pólos da EPDRA – Escola Profissional de Desenvolvimento Rural de Abrantes, incluindo não só salas de aula e laboratórios, como cozinha/refeitório, bar, internato masculino, biblioteca e a sala da Associação de Estudantes da EPDRA.

 

Fontes: http://motg.blogs.sapo.pt/35272.html e site institucional EPDRA

Joana Rita Santos

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *