Foto: CIM Médio Tejo

Durante os meses de janeiro e fevereiro, as duas brigadas de Sapadores Florestais ao serviço da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIMT) realizaram trabalhos de intervenção preventivos nos concelhos de Abrantes, Alcanena, Mação, Torres Novas e Sertã, culminando em 49,8 hectares intervencionados. É esperado que, em 2022, sejam 297,75 os hectares de terreno a beneficiarem de intervenção.

Até ao momento os trabalhos de silvicultura foram executados em Abrantes e Alcanena (já terminados) estando ainda em curso as ações de limpeza em Mação, Torres Novas e Sertã. Para além destes trabalhos em curso, vão-se iniciar trabalhos no município de Tomar, numa nova área de 16,9 hectares.

Foto: CIM Médio Tejo

A CIMT dispõe de duas brigadas operacionais de Sapadores Florestais, as quais exercem atividades de silvicultura e defesa da floresta na região, nomeadamente através da gestão de combustível florestal, manutenção e proteção de povoamentos florestais, vigilância armada, primeira intervenção em incêndios florestais, apoio a operações de rescaldo, vigilância ativa pós-rescaldo e sensibilização. 

Cada Brigada é constituída por três equipas, a qual conta com cinco elementos cada, sendo que estas são apoiadas através do Fundo Florestal Permanente.

No total, em 2021 foram intervencionados 185,8 hectares, pelo que este ano está previsto um aumento de área a executar em cerca de 100 hectares.

Rafael Ascensão

Licenciado em Ciências da Comunicação e mestre em Jornalismo. Natural de Praia do Ribatejo, Vila Nova da Barquinha, mas com raízes e ligações beirãs, adora a escrita e o jornalismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.