Municípios do Médio Tejo conquistam seis bandeiras azuis, com a praia fluvial de Fernandaires (Vila de Rei) a conquistar o galardão pela primeira vez. Foto: CM VR

Abrantes conquistou duas Bandeiras Azuis, uma para a praia fluvial de Fontes, na albufeira de Castelo do Bode, que recebe pela quarta vez a Bandeira Azul, e em Aldeia do Mato, que hasteia o galardão pelo 12º ano consecutivo. A praia de Bostelim, em Vila de Rei, repete pelo sétimo ano o galardão que conquistou pela primeira vez em 2016, e a praia fluvial de Fernandaires conquistou este galardão pela primeira vez.

Em Mação, a praia fluvial do Carvoeiro é a recordista do Médio Tejo e hasteará a Bandeira Azul pela 16ª vez consecutiva, ao passo que em Ourém, a praia fluvial do Agroal, zona balnear de águas terapêuticas que se situa na fronteira entre os concelhos de Ourém e Tomar, assinala o 6º ano seguido a receber o galardão ambiental.

Praia fluvial de Fontes vai hastear a Bandeira Azul pela quarta vez. Créditos: Centro Social, Desportivo e Recreativo de Portela.

Portugal conta este ano com 431 praias, marinas e embarcações galardoadas com Bandeira Azul, mais 32 do que em 2021, com um aumento de praias fluviais distinguidas com o galardão, anunciou hoje a Associação Bandeira Azul Europa (ABAE).

O anúncio foi feito no Centro de Interpretação Ambiental da Pedra do Sal, em Cascais, no distrito de Lisboa, pelo presidente daquela associação, José Archer, que salientou, na cerimónia, que o número este ano “é quase 15 vezes superior ao número de há 25 anos”.

“Trinta e cinco anos depois do hastear da primeira Bandeira Azul, precisamente no concelho de Cascais, onde nos encontramos, vimos anunciar a atribuição das bandeiras azuis de 2022 a 393 praias, 18 marinas e 20 embarcações ecoturísticas, num total de 431 bandeiras azuis atribuídas”, disse José Archer.

Na próxima época balnear vão hastear a Bandeira Azul mais 21 praias, mais duas marinas e mais nove embarcações de ecoturismo do que no ano passado.

Zona de espreguiçadeiras que permitem contemplar a paisagem em Aldeia do Mato 

As 393 praias estão distribuídas por 102 municípios. Este ano, voltou a realçar-se o crescimento “contínuo e seguro das praias fluviais”, o que, segundo os responsáveis do programa, “evidencia a aposta dos promotores na qualidade destas zonas balneares e das áreas envolventes”.

As praias costeiras e fluviais distinguidas estão distribuídas pelas regiões Norte (82), Centro (50), Tejo (77), Alentejo (40), Algarve (86), Açores (42) e Madeira (16).

Em 2022 continuam as comemorações dos 35 anos do programa Bandeira Azul, com o mote “Ajuda o Mar a Contar Outra História”.

Para assinalar os seus 35 anos, o programa apresenta também uma estratégia que “apela à consciência coletiva dos portugueses” e os “motiva dizendo que ainda é possível mudar o fim desta história”.

De acordo com José Archer, também o tema da recuperação de ecossistemas continua em 2022, “uma vez que não se esgota num ano” e porque a FEE (Fundação de Educação Ambiental, na tradução da sigla inglesa) e a ABAE estão alinhadas com a Década das Nações Unidas para a Recuperação dos Ecossistemas.

“GAIA 2030 é a estratégia desenvolvida pela FEE para abordar as três maiores ameaças ambientais, durante a próxima década: alterações climáticas, perda de biodiversidade e poluição ambiental”, salientou.

Praia Fluvial Aldeia do Mato Foto: mediotejo.net

A Praia Fluvial de Aldeia do Mato, que se encontra na margem esquerda do Rio Zêzere, em plena Albufeira de Castelo do Bode, no concelho de Abrantes, recebe pela 12ª vez a Bandeira Azul, depois de ter sido hasteada em 2009, 2010, 2011, 2012, 2015, 2016, 2017, 2018, 2019, 2020 e 2021.

praia fluvial do Carvoeiro Foto: CM Mação

Já a praia fluvial de Carvoeiro, no concelho de Mação, recebe esta distinção pela 16ª vez consecutiva, desde 2007. A estrutura é constituída por um paredão para contenção do caudal da ribeira, que resulta num enorme espelho de água que contempla também uma piscina para crianças.

Dispõe ainda de equipamentos complementares como os balneários públicos, um bar, Posto de Primeiros Socorros e uma zona coberta para refeições equipada com assadores.

Praia Fluvial do Bostelim, no concelho de Vila de Rei, entre a freguesia da Fundada e São João do Peso (Foto: mediotejo.net)

A praia de Bostelim, em Vila de Rei, repete pelo sétimo ano o galardão que conquistara pela primeira vez em 2016. Situada perto da ponte sobre a ribeira do Bostelim, esta praia desenvolve-se em zona florestal montanhosa próxima da povoação de Cabeça do Poço, nas margens da Ribeira da Isna.

Praia fluvial de Fernandaires. Foto: CM Vila de Rei

A praia fluvial de Fernandaires situa-se em Vila de Rei, e conquista pela primeira vez a Bandeira Azul. Rodeada por altas montanhas, densamente arborizadas com pinheiros-bravos e medronheiros e habitada por uma pequena povoação, a Praia Fluvial de Fernandaires apresenta aos seus visitantes uma extensa bacia de água, proveniente da barragem de Castelo de Bode.

Preservando a natureza pura que a envolve e devido à profundidade da água, este local é dotado de uma piscina flutuante (para adultos e crianças), assim como bar, balneários e zona de estacionamento. A frescura das sombras provenientes dos pinheiros oferece aos veraneantes a oportunidade de repousar ou até mesmo fazer campismo selvagem.

Em todo o distrito de Castelo Branco, são apenas três as praias fluviais a receberem esta distinção (Bostelim e Fernandaires, em Vila de Rei, e Açude do Pinto, em Oleiros).

Praia fluvial do Agroal, Ourém

A praia fluvial do Agroal conquista a Bandeira Azul pelo quinto ano consecutivo. O Agroal, situado na freguesia de Formigais, concelho de Ourém, é um espaço privilegiado no troço médio do Rio Nabão, marcado pela paisagem natural e pela nascente que corre com abundância durante todo o ano.

As águas do Agroal são ainda bastante conhecidas pelas suas capacidades terapêuticas para problemas de pele. Conquista a Bandeira Azul pelo 5º ano consecutivo.

No conjunto dos Municípios da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, são seis as praias galardoadas (Aldeia do Mato, Fontes, Carvoeiro, Agroal, Bostelim e Fernandaires).

Praia fluvial de Aldeia do Mato

Exigindo um registo de qualidade da água “excelente” para os municípios apresentarem as suas candidaturas, o Programa Bandeira Azul divulga a lista das 431 praias AQUI.

C/LUSA

Mário Rui Fonseca

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.