Foto: CIMT

O Auditório Municipal de Ourém foi o local responsável por acolher o evento “Deteção e Combate à Vespa Velutina”, uma ação de sensibilização promovida pela Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo (CIMT) que pretendeu alertar para o impacto provocado por esta espécie, também designada como vespa asiática. 

Os objetivos desta sessão, além da apresentação do Projeto – Médio Tejo Deteção e Combate à Vespa Velutina, prendiam-se com esclarecimentos sobre a identificação desta espécie e o seu impacto na atividade apícola (ciclo biológico, maneio em presença de vespa, armadilhas).

Foram ainda distribuídas gratuitamente armadilhas entomológicas e respetivo atrativo aos apicultores, para colocação nas imediações dos apiários.

Esta ação insere-se na candidatura “Deteção e Combate à vespa velutina”, apoiada pelo Fundo de Coesão e que foi aprovada em setembro 2021.

Fonte: GNR

A candidatura tem como objetivo “diminuir o impacto causado pela vespa velutina nas zonas onde já se encontra instalada assim como, prevenir a disseminação desta espécie para outras áreas e erradicar novos focos no Médio Tejo”.

O plano prevê várias ações a serem concretizadas na região do Médio Tejo, nomeadamente a aquisição de serviços para o extermínio/destruição de ninhos de vespa velutina, a colocação, manutenção e monitorização de rede de armadilhas “artesanais”, a aquisição de armadilhas entomológicas e a sua manutenção e monitorização, a aquisição de equipamentos para extermínio/destruição de ninhos e ainda a realização de diferentes ações de divulgação/sensibilização, no sentido “de melhorar o conhecimento sobre a vespa velutina e, assim, diminuir o alarme social, promovendo boas práticas entre apicultores e a população em geral”.

O valor global de investimento é de 411.732,44 euros, sendo que Fundo de Coesão apoia a execução desta candidatura com cerca de 350.000,00 euros.

Na referida sessão estiveram presentes Luís Albuquerque, presidente da Câmara Municipal de Ourém, Anabela Mendes, da Associação de Apicultores da Região de Leiria (entidade parceira na realização desta ação) e Ana Esteves, da CIM do Médio Tejo. 

A CIM do Médio Tejo assegura que “vai continuar a promover estas ações em estreita colaboração com as associações locais”.

Leia também:

Mação | Combate à vespa asiática continua e município apela à colaboração da comunidade

Rafael Ascensão

Licenciado em Ciências da Comunicação e mestre em Jornalismo. Natural de Praia do Ribatejo, Vila Nova da Barquinha, mas com raízes e ligações beirãs, adora a escrita e o jornalismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.