Festas de verão são principal evento anual de muitas associações e coletividades locais. Este ano, por força da pandemia de covid-19, propõe-se a não realização destes festejos impedindo aglomerados. Foto: CCRQ

A Câmara Municipal de Mação reuniu com as associações do concelho no sentido de perceber qual a sua posição sobre a não realização dos habituais festejos de verão, tendo em conta a atual pandemia de covid-19. A reunião decorreu no Centro Cultural Elvino Pereira, tendo a decisão dos representantes das coletividades presentes na reunião sido “consensual no sentido de não realizarem os festejos dadas as circunstâncias vividas e respeito pelas recomendações e diretivas das entidades competentes”.

Apesar da não realização dos eventos, a autarquia maçaense deliberou manter a atribuição do habitual subsídio de 250€ às associações que todos os anos realizam festas de verão, tendo ainda aumentado em 15% o valor dos subsídios que estas recebem anualmente por parte do Município, no âmbito do regulamento de apoio ao associativismo.

Presente na sessão para auscultar os representantes das associações locais maçaenses, oriundas de todo o concelho, Vasco Estrela, presidente da Câmara de Mação, quis também inteirar-se das dificuldades inerentes à atual situação vivida em contornos de pandemia, de afastamento social e restrições ao convívio.

O presidente da CM Mação, Vasco Estrela, reuniu com representantes das associações do concelho no sentido de chegar a consenso sobre a não realização de festas de verão. O autarca quis ainda perceber quais as dificuldades por que as coletividades maçaenses estão a passar. Foto: CMM

Recorde-se que a Câmara Municipal de Mação deliberou, em reunião de 27 de maio, no âmbito das medidas de apoio covid-19 manter a atribuição do habitual subsídio de 250€ às associações do concelho que, todos os anos, promovem os habituais festejos de verão, sendo para muitas coletividades o evento anual mais importante e aquele em que reúnem verba para a subsistência e encargos da associação, nomeadamente obras de melhoria das instalações e demais iniciativas.

A autarquia vê a atribuição deste subsídio como “um sinal” no sentido de mostrar estar ao lado da comunidade e das associações, numa altura em que o impacto da pandemia é gritante para todos os setores do entretenimento, recreio e lazer, cultura e espetáculo.

Também nesta senda, e ciente das dificuldades das associações maçaenses, a Câmara Municipal, em reunião de 4 de junho, aprovou a dotação de 55 mil euros para apoio à Atividade Regular das Associações em 2020, acrescendo uma atribuição de 15% ao valor dos subsídios que as associações recebem anualmente por parte do município.

Joana Rita Santos

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.