Xutos abriram as festas de Ourém 2018. Foto: CM Ourém

Depois de dois anos de interregno devido à pandemia de covid-19, Vasco Estrela congratulou-se com a possibilidade de voltar a reativar um dos mais emblemáticos certames do concelho, a par das festividades de verão nas aldeias maçaenses.

Este é o principal certame do concelho, envolvendo toda a comunidade, desde associações, empresas, IPSS e freguesias, num evento que cumprirá este ano a 27ª edição. Além de ser uma montra do que melhor se faz, produz e existe por terras maçaenses, é também um dos momentos maiores de convívio e que atrai milhares de pessoas de toda a região, contribuindo para agitar a economia local.

Feira Mostra de Mação em 2018, no Largo da Feira, junto ao Museu, Piscinas municipais descobertas e quartel da GNR. Foto: Joaquim Diogo

ÁUDIO | VASCO ESTRELA, PRESIDENTE CM MAÇÃO:

Em declarações ao mediotejo.net, o autarca já havia dado conta que o espaço vai ter menos stands do que habitualmente devido a obras em curso nas piscinas descobertas e no Museu de Arte Pré-Histórica e do Sagrado do Vale do Tejo, tendo feito notar que os espetáculos vão ser os que estavam previstos para 2020, estando as bandas contratadas desde essa altura e com 50% dos cachets também já pago.

O concerto com Xutos & Pontapés está há muito confirmado para 1 de julho (sexta-feira), apesar de o programa completo ainda não ter sido apresentado oficialmente.

Ainda assim, estão confirmados outros nomes bem conhecidos do panorama musical português, com concerto de Luís Represas e Orquestra 12 de Abril no dia 30 de junho (quinta-feira), atuação do fadista Marco Rodrigues no dia 2 de julho (sábado), com o espaço infantil do Avô Cantigas, na tarde de domingo, dia 3 de julho, e Ana Malhoa, nessa mesma noite, a encerrar o certame.

Gastronomia é um dos pontos fortes da Feira Mostra de Mação. Foto: DR

As inscrições estão abertas até dia 27 de maio para quem queira participar com stand de exposição, sendo que esta feira tem como principal intuito divulgar e promover o artesanato, a gastronomia e as atividades económicas do concelho de Mação e região.

A autarquia informa que poderão participar artesãos a nível individual ou instituições de divulgação e promoção de artesanato, expositores de produtos gastronómicos tradicionais (doçaria, padaria, etc.), associações e entidades de cariz social e atividades económicas do concelho de Mação. Nota ainda que poderão ser aceites expositores de fora do concelho, segundo critérios da organização.

Mário Rui Fonseca

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.