Uma placa toponímica tombada. Foto: JFC

É uma denúncia e ao mesmo tempo um apelo o que a Junta de Freguesia de Caxarias, no concelho de Ourém, lançou na sua página no Facebook. Na freguesia têm-se registado diversas situações de vandalismo nomeadamente grafites, destruição de sinalização e toponímia.

“Pedimos ajuda à população, para que nos informe quando perceberem a existência de elementos a provocar este tipo de danos”, apela a autarquia, que anuncia estar a “tomar medidas para identificar os responsáveis”, sabendo que alguns são reincidentes.

Sobre este problema, contactámos o presidente da Junta de Freguesia de Caxarias, Nelson Antunes, a quem o mediotejo.net colocou algumas questões:

Que informação dispõe a Junta sobre os recentes atos de vandalismo?

O que nos é reportado pela população é que há ali uma classe de jovens que anda a provocar alguns danos nomeadamente as pinturas. Temos quase a certeza que é esse grupo de jovens que se reúne essencialmente ao fim de semana ou até durante a semana em dias feriado, juntam-se em grupo e depois dá-lhes para aquelas asneiras.

Presidente da Junta de Freguesia de Caxarias, Nelson Antunes. Foto: mediotejo.net

O que é que têm estragado?

Essencialmente sinalização rodoviária, placas de toponímia e os grafitis, grafitam tudo o que é tuneis e em zonas mais escondidas.

Que medidas é que podem ser tomadas?

Neste momento nós estamos a recolher informações para depois proceder à sua entrega às autoridades que depois podem dar o devido seguimento.

Isto representa um prejuízo para a Junta de Freguesia…

Para a Junta e para o próprio Município porque há situações, por exemplo de sinalização vertical nomeadamente rodoviária, que é o Município que depois vai ter de dar uma ajuda para reparar.

José Gaio

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.