Instituto Politécnico de Tomar. Foto: DR

Dos 17 cursos do Instituto Politécnico de Tomar, distribuídos pelas três escolas superiores (duas em Tomar e uma em Abrantes), três deles preencheram todas as vagas e, à semelhança do que aconteceu no ano passado, outros três ficaram sem alunos colocados na 1ª fase das candidaturas de acesso ao ensino superior, cujos resultados foram divulgados neste domingo, dia 11 de setembro.

Os três cursos que não tiveram qualquer aluno a ingressar foram: Engenharia Civil e Gestão da Edificação e Obras, na Escola Superior de Tecnologia de Tomar e Engenharia Mecânica na Escola Superior de Tecnologia de Abrantes.

Depois, alguns cursos ficaram com apenas um ou dois colocados: Engenharia Eletrotécnica e de Computadores (1), Tecnologia Química (2), Informática e Tecnologias Multimédia (2) e Computação e Logística (2), estes dois últimos cursos, a funcionar na Escola de Abrantes.

Em contrapartida, há cursos que preencheram o total de vagas iniciais: Gestão de Recursos Humanos e Comportamento Organizacional (30), Conservação e Restauro (30) (em Tomar) e Comunicação Social (32) (na ESTA).

Fazendo as contas, das 549 vagas existentes no IPT, foram preenchidas 317, o que significa uma percentagem de 57,7% de alunos colocados, número que há vários anos não era tão elevada nesta fase.

Mas não se pense que é só no IPT que há cursos sem alunos colocados. O mesmo cenário acontece nos institutos politécnicos de Castelo Branco (2), Leiria (2) e Santarém (1), só para referir os mais próximos da nossa região.

A nível nacional foram colocados 49.806 novos estudantes, o que corresponde a um aumento de 0,7% em relação à mesma fase do concurso de 2021. No entanto, nesta fase apresentaram-se a concurso 61.507 candidatos, uma diminuição de 3,9% face à mesma fase do ano anterior, que os analistas explicam pela quebra demográfica.

De uma maneira geral, as médias de acesso ao ensino superior desceram ligeiramente este ano. Medicina e engenharia aeroespacial continuam a ser os cursos com a média mais alta.

Acesso ao Ensino Superior 2022 – 1ª fase do concurso nacional de acesso

Instituto Politécnico de Tomar

Escola Superior de Gestão de Tomar

Nome do CursoVagas IniciaisColocadosNota do últ. colocado (cont. geral)Sobras para
2ª fase
Contabilidade2015122,75
Gestão de Empresas5245113,36
Gestão de Recursos Humanos e Comportamento Organizacional3030123,00
Turismo e Gestão do Património Cultural3512118,823

Escola Superior de Tecnologia de Tomar

Nome do CursoVagas IniciaisColocadosNota do últ. colocado (cont. geral)Sobras para
2ª fase
Engenharia Civil200 20
Engenharia Eletrotécnica e de Computadores351 34
Engenharia Informática5648116,98
Conservação e Restauro3535131,60
Design e Tecnologia das Artes Gráficas5243117,48
Fotografia3629109,06
Tecnologia Química252119,623
Gestão da Edificação e Obras270 27

Escola Superior de Tecnologia de Abrantes

Nome do CursoVagas IniciaisColocadosNota do últ. colocado (cont. geral)Sobras para
2ª fase
Comunicação Social3232132,50
Engenharia Mecânica250 25
Informática e Tecnologias Multimédia252125,723
Cinema Documental2421115,03
Computação e Logística202133,318

José Gaio

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.