Hyubris cancelam concerto em São Miguel do Rio Torto devido a acidente com baixista da banda. Foto arquivo: Carina Martins

Um grave acidente de viação que envolveu o baixista dos Hyubris esteve na origem do cancelamento do concerto da banda tramagalense previsto para a noite de sábado, no Festival Musica na Aldeia, em São Miguel do Rio Torto. Politraumatizado, e com fraturas ao nível dos membros superiores e bacia, o músico foi hoje transferido de Abrantes para o hospital de São José, em Lisboa, segundo adiantaram ao nosso jornal familiares de Pedro Tomás.

Foi a própria banda a anunciar o cancelamento a poucas horas do início do espetáculo: “Lamentamos por qualquer incómodo causado mas o nosso concerto em São Miguel do Rio Torto foi cancelado de urgência, por motivos de saúde de um elemento da nossa banda. ” Nem sempre o caminho percorrido pelo Homem é o caminho escolhido por Zeus”, escreveu a banda de Tramagal, na sua página oficial.

Contactado pelo mediotejo.net, fonte da banda disse que não havia condições psicológicas para realizar o concerto, sabendo do estado grave em que se encontrava um dos membros da família Hyubris, dando conta que a organização do Festival compreendeu e aceitou prontamente a posição do grupo, que regressava aos palco após um interregno de cerca de quatro anos.

“O Pedro vinha de Lisboa, onde trabalha, para o concerto, e teve este acidente na Chamusca, cerca das 18h00. Assim que nos telefonaram a dizer o que se tinha passado, as nossas preocupações centraram-se no seu estado de estado de saúde e fomos para o hospital de Abrantes para podermos estar perto dele. Mais do que um membro do grupo, somos todos uma família”, disse ao mediotejo.net o baterista da banda, Lulla.

“Este concerto assinalava o nosso regresso após quatro anos fora dos palcos, estávamos todos muito entusiasmados, até porque íamos apresentar temas novos que integram o novo disco, a lançar em 2023”, disse Lulla, tendo referido que agora há que cuidar do Pedro e que a resposta às adversidades “vai ser dada em palco”, a seu tempo.

O pai de Pedro Tomás confirmou ao mediotejo.net os politraumatismos, ao nível dos membros superiores e bacia, indicando que ele hoje foi transferido do hospital de Abrantes para o de São José, em Lisboa, onde deverá realizar mais exames.

O acidente em causa envolveu na tarde de sábado, cerca das 18h00, dois veículos ligeiros à saída da Chamusca para sul, na chamada estrada do Campo, e provocou três feridos, dois dos quais em estado grave.

Os dois feridos graves estavam encarcerados e foram transportados de ambulância, um para o hospital de Santarém e outro para o hospital de Abrantes, para onde foi também encaminhado o ferido ligeiro.

No local estiveram 10 viaturas e 23 operacionais, entre eles os Bombeiros da Chamusca e de Alpiarça, a GNR e a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Hospital do Médio Tejo.

Mário Rui Fonseca

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

Entre na conversa

2 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *