A obra é da autoria de Rui Fernandes. Foto: DR

A escultura de um toiro, que estava meio escondida junto ao quartel da GNR da Golegã, foi transferida para a nova rotunda construída no âmbito da empreitada de reabilitação da Via Circular Externa (VCE), conhecida como Estrada de São Miguel.

É uma obra escultórica da autoria do goleganense Rui Fernandes que, segundo a Tertúlia “A Fenomenal”, representa o toiro “Azeitono”, com ferro de D. Rafael da Cunha, ganadaria que pastou na Quinta da Brôa nos finais do Sec. XIX e inícios do Sec. XX. 

A escultura denomina-se “A Investida” e simboliza esse primeiro toiro de uma ganadaria portuguesa lidado em Madrid no ano de 1854.

Quem passasse na EN243, circular da Golegã, não podia deixar de reparar na escultura em tons dourados no cimo de um pedestal à beira da estrada.

Depois de retirada do local, a escultura foi alvo de alguns retoques e uma pintura para lhe dar um ar mais natural, obra que agora pode ser apreciada sob um pedestal em pedra com o brasão do concelho, na estrada que liga Golegã a Riachos.

 

José Gaio

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.