PR-MAC-Rota da Amêndoa – ROTAS DE MAÇÃO

Leonel Mourato dá continuidade a uma caminhada de partilha de aventuras no incrível mundo do Geocaching. Muito mais que locais conhecidos, o Geocaching dá a conhecer lugares desconhecidos, abandonados, singulares, perdidos e apaixonantes, mostrando-nos a sua história e o seu significado. A viagem de hoje é até ao Poço do Mourão, em Amêndoa, Mação.

Nickname – Clube das Sandes

GC62E02 – Poço Mourão (Amêndoa/Mação)

Owner (Envendos Team):

Coordenadas GPS – N 39° 38.507′ W 008° 03.984′

Poço Mourão é um local aprazível pouco conhecido por estas bandas, encontrando-se a ser intervencionado para melhor acolher os futuros visitantes. Este local fica situado quase no limite do concelho de Mação e aqui podemos apreciar a natureza quase na sua plenitude.

Existe uma levada de água que em tempos servia dois moinhos que se encontram em recuperação. A melhor altura do ano para desfrutar do local será mesmo na primavera, sendo que em anos muito quentes a ribeira seca, não podendo apreciar as levadas de água existentes ao longo do percurso da ribeira.

O percurso é realizado em cerca de 2 km de terra batida acessível a todos os veículos, podendo-se tornar mais difícil a veículos ligeiros apenas em Invernos rigorosos.

Rumamos a noroeste com o objetivo de fazer algumas Caches e o reconhecimento do futuro Percurso Pedestre. Rumamos até à Amêndoa. Foi o seu dia. Percorremos os seus territórios. Percorremos a suas memórias…

Começamos cedo no largo da Terra. Seguimos pelas ruelas, até ao Cruzeiro. Descemos até à estrada para Cardigos.

Castro de São Miguel – PR-MAC-Rota da Amêndoa – ROTAS DE MAÇÃO

Olhamos para o Castro e seguimos. Podíamos ter ido em volta, mas estaríamos em Vila de Rei. Fomos em frente e subimos pelo lado de Mação. 30 minutos depois, chegamos.

Olhamos e a partir foi sempre à descoberta, de mochila às costas pelas Serras de Amêndoa.

Poço do Mourão; Poço inferior do Vale do Mourão; Chão de Lopes Pequeno; Cimo do Vale; Serra da Amêndoa; Pé da Serra; Vinha Velha; Juntos; Pero Gonçalves; Palheirinhos…

E finalmente Amêndoa. 5 horas e 22 quilómetros depois…terminou esta grande Aventura. A ROTA é muito mais que o Poço do Mourão.

Aquele abraço do Clube das Sandes. Em Amêndoa, Mação.

Leonel Mourato

Nasceu em Ortiga (Mação). Vive no Porto. Empregado Bancário de profissão.
Caminha por aí, quase sempre sozinho, quase sempre de preto.
Apaixonado pelos lugares desconhecidos, singulares, perdidos e abandonados.
Ama a sua terra natal e o seu concelho. São os lugares mais bonitos do mundo.
Coordenador do Projeto ROTAS DE MAÇÃO outdoor.
Geocachingworld é o seu mundo.
O seu Lema: “Enquanto a tua estrada não terminar, percorre-a. Serás sempre mais feliz”.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.