Praia Fluvial do Alamal com Desfibrilhador Automático Externo (DAE). Créditos: CMG

A praia fluvial do Alamal, em Gavião, já tem bandeira de praia acessível atribuída, que reconhece as condições de acesso a pessoas com mobilidade reduzida, e instalou também um Desfibrilhador Automático Externo (DAE).

Segundo deu conta ao nosso jornal o presidente da Câmara Municipal de Gavião, José Pio, a praia do Alamal tem atribuída, desde a semana passada, bandeira de Praia Acessível a pessoas com mobilidade condicionada. Estas praias estão identificadas com uma bandeira branca com o símbolo de Praia Acessível a azul e amarelo e possuem estacionamento reservado, acesso pedonal, passadeiras no areal e sanitários adaptados.

No mesmo espaço balnear também, e dando continuidade à implementação do Programa de Desfibrilhação Automática Externa (PDAE) do Município de Gavião, foi instalado um Desfibrilhador Automático Externo.

O Programa de Desfibrilhação Automática Externa do Município de Gavião é licenciado pelo INEM e é suportado por equipas locais de socorristas, devidamente formadas e capacitadas para intervir em situações de doença súbita e paragem cardiorrespiratória.

A praia fluvial do Alamal é um local visitado por milhares de pessoas ao longo do ano, com especial incidência no período de verão, e dotar o espaço com este equipamento “é mais um contributo para tornar o nosso território mais seguro e resiliente”, considera a autarquia.

Paula Mourato

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.