Num jogo emocionante do princípio ao fim, o Ferreira do Zêzere vingou a derrota sofrida em casa e foi vencer ao pavilhão do Marítimo. Foto arquivo: mediotejo.net

SC FERREIRA ZÊZERE 1 – SC MARÍTIMO 3

Campeonato Nacional Futsal 2ªDivisão | 5ª jornada – 2ª fase – Apuramento Campeão

Pavilhão Municipal de Ferreira do Zêzere – 22 janeiro 2022

Fim de tarde fria em Ferreira do Zêzere para a quinta jornada da fase de Apuramento Campeão da 2ª divisão do Campeonato Nacional de Futsal onde a equipa da Capital do Ovo, invicta até à data e na liderança da tabela, recebia a equipa insular, que havia disputado apenas um jogo e o qual havia vencido. Esperava-se um jogo equilibrado e intenso face à qualidade de ambas as equipas e foi isso que sucedeu, com emoção até ao último segundo do desafio.

Entrou melhor a equipa do Marítimo que logo no primeiro minuto obrigou o guardião da casa a defesa difícil com os pés. O Ferreira do Zêzere respondeu na jogada seguinte após canto marcado o lado direito do seu ataque. Xisto atira forte para defesa do guardião insular com as pontas dos dedos com a bola ainda a beijar na trave.

Jogo intenso em Ferreira do Zêzere entre duas excelentes equipas

O jogo começava rápido e intenso e de novo o Marítimo conseguiu chegar com muito perigo à baliza adversária através de um potente remate à trave aos 2 minutos de jogo.

Decorridos 6 minutos, uma boa jogada individual de Romário a entrar pelo lado esquerdo do seu ataque e a rematar obrigando a defesa apertada do guardião que viajou da Madeira.

Marítimo impôs-se em Ferreira do Zêzere e é uma das equipas que luta pela subida de divisão a par do Ferreira do Zêzere

Aos 12 minutos, surge o primeiro golo do encontro para o Marítimo. Cláudio Filho, à entrada da área, apesar de pressionado por um adversário, conseguiu desferir um remate rasteiro e colocado à meia-volta batendo o guardião da casa pela primeira vez.

Marítimo festeja um dos golos

O Marítimo, bastante organizado, apostava em jogar com o guarda-redes na frente, mesmo na frente do marcador, e aos 17 minutos chegou mesmo ao 0-2. O guardião Bruno Moreira cruzou para a área e de cabeça Fábio Semedo ampliou a vantagem para os madeirenses.

Ferreira do Zêzere em mais um lance de ataque

Para a segunda parte, e com o apoio incansável dos adeptos de Ferreira do Zêzere, a equipa de Rogério Serrador tentou minimizar a desvantagem de dois golos e tentou pressionar mais o adversário para o levar a provocar erros e conseguir alvejar a baliza do Marítimo. A equipa visitante, no entanto, mostra-se muito organizada e madura perante as investidas do Ferreira do Zêzere e ia espreitando o contragolpe, sempre com muito perigo.

Caudal ofensivo do Ferreira do Zêzere deu muito trabalho ao guarda redes do Marítimo

O jogo tornou-se muito equilibrado, com o golo a poder surgir em qualquer das balizas, e muito emotivo, perante a intensidade colocada em campo pelos jogadores.

Aos quatro minutos do segundo tempo o Marítimo teve uma excelente oportunidade para ampliar a vantagem por intermédio de Nicolas Tomé. Do meio da rua atirou forte e viu a bola embater na trave.

Jogo intenso e bem disputado

Aos 9 minutos o Ferreira do Zêzere reduziu e fez um golo de se lhe tirar o chapéu. Canto do lado direito para a equipa da casa, bola para a entrada da área para o lado oposto com Diogo Simões, de primeira, a disparar um forte remate que levou a bola para o fundo da baliza do guardião Bruno Moreira.

Com o resultado em 1-2 e o Ferreira do Zêzere a acreditar que conseguia dar a volta ao resultado, apoiados de forma extraordinária pelos seus adeptos, o pavilhão estava ao rubro e as emoções impróprias para cardíacos.

Guarda redes do Marítimo foi uma muralha no último reduto madeirense

Com o golo de Diogo Simões, a equipa da casa ganhou reforço anímico e continuou a insistir em busca do segundo tento que lhe desse o empate. Na bancada, os adeptos do Ferreira do Zêzere mostravam-se incansáveis ao apoio da sua equipa.

No entanto, com a equipa da casa balanceada para o ataque e a jogar com 5 jogadores de campo, surge o balde de água fria para o Ferreira do Zêzere com o terceiro golo do Marítimo, já no derradeiro minuto, a poucos segundos do fim, e num lance muito polémico.

Marítimo estudou bem a equipa da casa e conseguiu impor a primeira derrota ao Ferreira do Zêzere

Com a bola a rolar pela equipa de Rogério Serrador à procura de um espaço para alvejar  a baliza, num passe perigoso endossado para dentro da área adversária, a bola foi intercetada por um adversário num lance que deu sensação de ter sido com as mãos. Os jogadores da casa ficaram a reclamar pela possível mão de um defesa insular, mas os juízes da partida não apitaram para a marca da grande penalidade e mandaram jogar.

Perante os protestos e com os jogadores do Ferreira do Zêzere apanhados em contrapé, Josué Oliveira rematou ainda da sua área e atirou para a baliza deserta da equipa da casa fechando a contagem do marcador para desespero dos ferreirenses. Logo de seguida foi dado o apito final, selando a primeira derrota do Ferreira do Zêzere e com travo amargo. 

Jogo de alto nível em Ferreira do Zêzere com a vitória a sorrir ao Marítimo

Excelente jogo de futsal em Ferreira do Zêzere, pleno de intensidade e muita garra de ambas as equipas em busca dos três pontos e com muito equilíbrio em grande parte do desafio. A equipa do Marítimo, teve sucesso na definição da estratégia, foi mais organizada e eficaz e acabou por levar a melhor diante de uma forte equipa, sendo por isso um justo vencedor. Um enorme aplauso para os adeptos da casa que foram incansáveis durante todo o jogo no apoio à sua equipa.

Na próxima jornada a equipa de Rogério Serrador desloca-se a Belém onde tem mais um jogo difícil numa fase final em que há vários candidatos a subir à primeira divisão e onde só há lugar para os dois primeiros classificados. O Belenenses tem 2 vitórias e um empate nos 3 jogos disputados. Esta foi a primeira derrota do Ferreira do Zêzere, que soma agora 10 pontos, fruto de 3 vitórias, 1 empate e uma derrota, e se mantém no primeiro lugar, a condição. O Marítimo tem duas vitórias em dois jogos disputados.

Jogo intenso e com alguns lances difíceis de ajuizar para a equipa de arbitragem

A equipa de arbitragem tendo alguns lances difíceis de analisar sendo alvo de protestos no final do jogo por parte dos adeptos da casa, que se sentiram prejudicados. No lance capital do desafio, a um minuto do final, ficam muitas dúvidas pela possível penalidade não assinalada e que poderia resultar no golo do empate. Pela proximidade ao lance, merece-nos o benefício da dúvida. 

FICHA DE JOGO:

Equipa de Ferreira do Zêzere. Foto: mediotejo.net

SC FERREIRA ZÊZERE:

Hugo Amaro, Alex, Alexis, Diogo Nunes, Diogo Simões, Fortes, Tiago Costa, Tuquinha, Jardas, João Batists, Buzuzu, David Costa, Romário e Xisto.

Treinador: Rogério Serrador.

Equipa do Marítimo. Foto: mediotejo.net

SC MARÍTIMO:

Bruno Moreira, Rodrigo Moura, Lucas amparo, Kayque Santos, Fabio Semedo, Paulo Babau, Claudio Filho, Marco Gomes, Nicolas Tomé, Josue Oliveira, Luís Mouta e Santiago Gonçalves.

Treinador: Bruno Salgado.

GOLOS: Cláudio Filho, Fábio Semedo, Diogo Simões e Josué Oliveira.

EQUIPA DE ARBITRAGEM: Francisco Simão, Manuel Pinto e Pedro Almeira.

Disciplina: Cartão amarelo: Fábio Semedo, Fortes, Hugo Amaro, Buzuzu, Romário, Cláudio Filho e Nicolas Tomé.

No final ouvimos ambos os treinadores:

Rogério Serrador, treinador do Ferreira do Zêzere. Foto: mediotejo.net

ÁUDIO | ROGÉRIO SERRADOR, TREINADOR DO FERREIRA DO ZÊZERE:

Bruno Salgado, treinador do Marítimo. Foto: mediotejo.net

ÁUDIO | BRUNO SALGADO, TREINADOR DO MARÍTIMO:

Luis Ribeiro

Natural e residente em Tomar, tem como profissão Distribuidor, mas é com a fotografia que se identifica. É amante desta arte em geral, mas a sua verdadeira paixão é a Natureza e Vida Selvagem e os Retratos. É autor do livro de fotografia “Alma Nabantina” e fundador/administrador dos grupos do Facebook “Amigos da Fotografia de Tomar” e "Fauna de Tomar”. Colabora na área de fotografia na imprensa regional e local e já em 2018 foi júri convidado de dois concursos de fotografia. Neste ano conta também com duas exposições de fotografia coletivas, preparando atualmente a terceira.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.