SPORT CLUB FERREIRA DO ZÊZERE 3 – A.C.D.R. CAXINAS 3
Campeonato da II Divisão – Apuramento do Campeâo – 22ª jornada (última)
Pavilhão Municipal de Ferreira do Zêzere 11-06-2022

Ferreira, Ferreira, Ferreira! Este foi o grito vindo das bancadas, repletas de adeptos, que galvanizou os atletas na quadra e os levou para um patamar exibicional digno de outros palcos. Com ambos os emblemas a viverem o sonho da subida à Liga Placard, o Caxinas de regresso e o Ferreira do Zêzere uma estreia absoluta após várias tentativas goradas, a festa fazia-se para os dois lados. O Caxinas já havia assegurado o título de campeão da II Divisão e o conjunto da casa tinha a subida assegurada, pelo que as equipas entraram desinibidas e dispostas a darem tudo para vencer o jogo que encerrava uma época de sonho.

Grande ambiente para um excelente jogo.

Desde o apito inicial que as equipas se empregaram a fundo, num jogo emotivo de alta intensidade.
No entanto, os dois conjuntos iam-se anulando e as escassas oportunidades de golo foram sendo resolvidas com segurança.

Os vilacondenses estiveram bem no jogo e estiveram mais perto de inaugurar o marcador, obrigando o guarda redes Jorge Oliveira a exibição de elevada qualidade.

Num jogo de elevada qualidade, o Caxinas foi o primeiro a abrir o marcador

Do outro lado estava o vice campeão, com jogadores de enorme classe, e o golo podia surgir a qualquer momento até porque Xisto ainda estava na corrida para ser o “artilheiro-mor” desta época. Quem desfez o empate foram os caxineiros através dum bom remate de Francisco Carvalho à passagem do quarto de hora.

Apesar do equilíbrio o Caxinas adiantou-se.

A equipa de Rogério Serrador não baixou os braços e porfiou. Não demorou três minutos para que Alexis, numa boa iniciativa, voltasse a igualar a partida levando as bancadas ao rubro. O jogo voltou a ganhar dimensão épica e nem o calor que se fazia sentir abrandou o ritmo.

Festa do golo em Ferreira do Zêzere

Com o jogo a caminhar para o intervalo, Jackson voltou a colocar a equipa liderada por Nuno Silva na frente do marcador. Com um forte remate levou a sua equipa para o descanso a ganhar por 1-2. Resultado aceitável ao intervalo atendendo ao labor das duas equipas. Talvez o empate encaixasse melhor…

Empate ao intervalo seria o resultado mais justo.

As equipas regressaram com a mesma disposição com que foram para os balneários. Dar espetáculo e vencer o jogo estava na mente de todos os intervenientes da partida.

O Ferreira do Zêzere corria arrás dum resultado desfavorável e corria alguns riscos nas suas linhas mais recuadas. Disso se aproveitou Jackson aos 24 minutos. Numa rápida transição elevou a vantagem forasteira para dois golos.

Caxinas chegou aos dois golos de vantagem.

A perder por 1-3, o Ferreira do Zêzere reagiu muito bem, organizou-se e nunca perdeu o sentido de baliza.
Com maior posse de bola ia criando as melhores ocasiões de golo. Nesta altura a equipa nortenha elegia a segurança defensiva como prioridade.

Jogo entre campeão e vice-campeão da 2ª divisão nacional resultou num empate 3-3

Foi sem estranheza que à passagem da meia hora a equipa da casa reduziu com um golo de Diogo Simões. Com dez minutos para jogar acreditou-se na cambalhota no marcador. Aos 33 minutos Xisto marcou o seu golo da “ordem”, ficando a apenas dois de ser o melhor marcador da prova.

Xisto voltou a marcar chegando aos 20 golos!

As equipas, após o empate pareceram satisfeitas e a querer entrar na festa que se fazia nas bancadas. Com os caxineiros em comunhão com a claque de Ferreira, os “Achigâs do Zêzere”, que celebravam a subida de divisão, foi em ambiente de festa que se jogaram os últimos minutos.

Com o apito final a “casa veio abaixo”. Uma despedida de II Divisão em grande das duas melhores equipas do campeonato e que vão estar na primeira divisão nacional na próxima época. Foi uma partida de futsal intensa com um empate ajustado e uma arbitragem que nem se deu por ela. A Liga Placard vai sair a ganhar com estas duas equipas.

Festa de fim de época marcou a subida de divisão do Ferreira do Zêzere à Liga Placard

Ficha do Jogo:

SPORT CLUB FERREIRA DO ZÊZERE:
Jorge Oliveira, Alexis, Diogo Simões, Tukinha e Xisto.
Suplentes: Guilherme, Di Fanti, Alex, Buzuzu, Diogo Nunes, Tiago Costa, Hugo Freitas, João Batista e David Costa.
Treinador: Rogério Serrador.

Sport Club Ferreira do Zêzere.

A.C.D.R. CAXINAS:
Miguel Ribeiro, Rafael Lira, Lúcio Rocha, Rodrigo Simão e Jackson.
Suplentes: Pedro Ferreira, Francisco Carvalho, Zézinho, Ricardo Marques, Manuel Campos, Preto e Daniel Castro.
Treinador: Nuno Silva.

A.C.D.R. Caxinas.

GOLOS:
Alexis, Diogo Simões e Xisto (F. Zêzere); Jackson [2] e Francisco Carvalho (Caxinas).

EQUIPA DE ARBITRAGEM:
Bruno Alves, André Franco e Pedro Martins.

Equipa de arbitragem: Bruno Alves e André Franco com os capitães.

No final ouvimos o treinador do Ferreira do Zêzere, Rogério Serrador, e Sílvia Moreira, presidente do Caxinas.

VIDEO | ROGÉRIO SERRADOR, TREINADOR DO FERREIRA DO ZÊZERE:

VIDEO | SÍLVIA MOREIRA, PRESIDENTE DO CAXINAS:

Fotos e multimédia: Jorge Santiago e David Belém Pereira

Jorge Santiago

Nasceu a 30 de Janeiro de 1961 em Lisboa e cresceu no Alentejo, em Santiago do Cacém. Dali partiu em 1980 para ingressar no Exército e no Curso de Enfermagem. Foi colocado em Santa Margarida e por aqui fez carreira acabando por fixar-se no Tramagal em 2000. A sua primeira ligação à Vila "metalúrgica" surge em 1988 como Enfermeiro do TSU. Munido da sua primeira câmera digital, em 2009 e com a passagem à situação de reserva, começou a registar a fauna do Vale do Tejo, a natureza e o património edificado da região, as ruas, as pessoas... Com colaborações regulares em jornais da região e nacionais este autodidata acaba por conseguir o reconhecimento público, materializado em alguns prémios. Foi galardoado na 8ª Gala de Cultura e Desporto de Tramagal na categoria de Artes Plásticas (Fotografia) em 2013.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.