Jogo teve bons pormenores para um escalão de formação

Campeonato Distrital de Juvenis 2ª Divisão – Série 1

Campo Comendador Eduardo Duarte Ferreira – Tramagal – 12-03-2017

Saudação inicial

Manhã fresca, com bastante nebulosidade e vento forte.
No pelado do Comendador evoluíram duas equipas com vontade de proporcionar um bom despique. Apesar do forte vento as equipas tentaram colocar a bola no chão e em ataques apoiados, procuraram acercar-se das áreas contrárias.

Começaram melhor os da casa com um bonito golo à passagem da dezena de minutos a culminar jogada de envolvimento.

A resposta não tardou e João Serafim viu a bola esbarrar, com estrondo, na sua trave.
Estava a partida dividida quando Nuno Carvalho entra em dribles sucessivos na área metalúrgica e remata forte para intercessão dum contrário para canto. Do livre de canto resulta nova jogada de perigo com a bola a cruzar toda a área, sem que ninguém a jogasse, saindo pela linha de fundo. Estávamos no minuto 20.

Pais são presença constante no apoio a ambas as equipas

Volvidos oito minutos o Tramagal ganha um livre direto na zona frontal, perto da área, e David Matias bate forte para defesa segura de Rafael Ribeiro.
Aproximava-se o intervalo. Tempo ainda para registar duas defesas apertadas de João Serafim, que haveria de ficar no balneário, certamente para dar minutos a Miguel Almeida.

No reatamento, o técnico da equipa do concelho de Ourém, Bruno Neto, não conformado com o resultado, faz três substituições de uma assentada.

Defensiva do Tramagal foi resolvendo as dificuldades

Com o Vasco da Gama instalado no meio campo tramagalense, surgiu uma oportunidade, logo aos 4 minutos, para Tiago Vicente entrar em velocidade na área parecendo tocado. O àrbitro nada assinalou.

Dez minutos depois a equipa azul e branca acercou-se da área dos alvi-negro ganhando uma falta do lado direito. Livre batido com perigo por David Matias mas a sair ao lado.

David Matias tenta de bola parada fazer o golo da tranquilidade

A uma maior posse de bola da equipa vascaína respondia o TSU com subidas à área contrária. A meio da segunda parte a equipa da casa, na sequência de um canto, dispõe de soberba oportunidade para ampliar a vantagem: canto batido da esquerda e forte cabeçada de Fábio Rodrigo com a bola a ressaltar num contrário, a cair à entrada da área, onde surge Rodrigo Martins a encher o pé mas a bola saiu por cima.

TSU cria perigo na execução de um pontapé de canto

Em toada de equilíbrio ia-se esgotando o tempo. A 10 minutos do apito final soberana ocasião para a equipa de Boleiros chegar à igualdade. André Pereira recebe o esférico dentro da àrea de rigor e dispara forte para excelente defesa de Miguel Almeida.

Penalty no final repõe justiça no marcador

Concedidos 3 minutos de compensação.
E foi no último deles que o Vasco da Gama beneficia de uma grande penalidade, inequívoca. Dário Fernandes chamado à conversão atira para o lado esquerdo de Miguel Almeida que ainda adivinhou o lado mas não consegui parar o forte remate.
Estava feito o empate que selava o jogo.

Assistiu-se a uma excelente partida, apesar do vento forte ter prejudicado a circulação da bola. Mas com o empenho e esforço dos atletas de ambos os conjuntos foram gizados lances de bom recorte. Belo jogo neste escalão de formação. Resultado justo.
Arbitragem correta do ponto de vista técnico mas muito permissiva do ponto de vista disciplinar. Nos jogos de formação exige-se mais pedagogia, num jogo correto mas que podia ter descambado.

FICHA DO JOGO

TRAMAGAL SPORT UNIÃO:
João Serafim (Miguel Almeida), Fábio Rodrigo, André, Rodrigo Martins, Tiago Vital, Rodrigo Dias, David Matias, João Costa, Tomás Fonseca (Pedro Abegão), Bruno e Leandro Calado.
Suplentes: Miguel Almeida, Pedro Abegão e Guilherme.
Treinador: Jorge Picão

Tramagal Sport União

ADRC VASCO DA GAMA:
Rafael Ribeiro, António Ribeiro, Tiago Vicente, Pedro Afonso, Miguel Lapas, Rodrigo Parreira (João Alexandre), Dário Fernandes, Nuno Carvalho, Rodrigo Reis (Francisco Quintas), André Pereira e Miguel Reis (Lourenço).
Suplentes: Gabriel Miranda, João Alexandre, Tiago Rodrigues, João Alexandre, Francisco Quintas, Paulo Gil e Lourenço.
Treinador: Bruno Neto

Vasco da Gama

Equipa de Arbitragem: Hugo Parente, Miguel Marques e Guilherme Marques.
Acção disciplina:
Cartão amarelo: Nuno Carvalho (V.Gama)

A OPINIÃO DOS TÉCNICOS

Jorge Picão- Técnico do Tramagal Sport União
Bruno Neto- Técnico do Vasco da Gama

Jorge Santiago

Nasceu a 30 de Janeiro de 1961 em Lisboa e cresceu no Alentejo, em Santiago do Cacém. Dali partiu em 1980 para ingressar no Exército e no Curso de Enfermagem. Foi colocado em Santa Margarida e por aqui fez carreira acabando por fixar-se no Tramagal em 2000. A sua primeira ligação à Vila "metalúrgica" surge em 1988 como Enfermeiro do TSU. Munido da sua primeira câmera digital, em 2009 e com a passagem à situação de reserva, começou a registar a fauna do Vale do Tejo, a natureza e o património edificado da região, as ruas, as pessoas... Com colaborações regulares em jornais da região e nacionais este autodidata acaba por conseguir o reconhecimento público, materializado em alguns prémios. Foi galardoado na 8ª Gala de Cultura e Desporto de Tramagal na categoria de Artes Plásticas (Fotografia) em 2013.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *