UNIÃO DESPORTIVA ROSSIENSE 1 – ASSOCIAÇÂO DE MELHORAMENTOS DA FREGUESIA DE ALVEGA 3
INCUP
Campo nº 3 do Complexo Desportivo de Abrantes
Rossio ao Sul do Tejo
23-09-2017

Fair-play imperou apesar de alguma jogadas duras.

Com um céu enegrecido pelos incêndios de Mação como pano de fundo jogou-se mais uma jornada da INCUP Abrantes 2017 entre duas equipas com valor e com ambições na prova. Entrou a equipa de Alvega a todo o gás e logo no minuto inicial João Farinha rematou e conquistou um canto. Estavam os comandados por Miguel Ângelo determinados em acabar cedo com algumas dúvidas. E foi o próprio Miguel Ângelo, a passe de Fábio Marques a inaugurar o marcador em cima do quarto minuto de jogo.

Complicava-se a tarefa do Rossiense que no entanto, passados quatro minutos, de livre, criou perigo. O minuto 13 ia sendo fatídico para os alvi-negros. Miguel Ângelo sofreu uma carga dentro da área, ainda assim rematou para as redes da casa mas o árbitro já havia
interrompido por alegado fora de jogo.

Fase de assédio à baliza de António.

Volvidos quatro minutos é a UDR que dipôs de excelente oportunidade. Após a marcação de um livre descaido pela direita apareceu China e de calcanhar esteve perto de
ser feliz. Na resposta o Alvega partiu rápido para o contrataque e valeu a atenção do guarda redes António que defendeu para canto. Aos 25 minutos foi a vez de Fábio Marques brilhar numa excelente trivela a passar muito perto.

Dois minutos depois o Rossiense podia ter igualado. Na execução de um livre pela direita apareceu o recém entrado André Poupino a cabecear fazendo o esférico roçar na
trave de Luís Matos. O tempo da primeira parte esgotou-se com um bom remate de Romão embatendo a bola num adversário. O árbitro, José Neves, mandou toda a gente para o descanso. Pela maior produtividade do Alvega o resultado ao intervalo apresentava-se como justo.

Jogo teve momentos de boa estética.

A segunda parte começou da pior forma para a equipa da casa. Paulo Zink entrou em tabela com o veterano Santana que lhe devolveu a bola permitindo o remate para o
segundo golo do jogo, aos 42 minutos (no Inatel, cada parte tem quarenta minutos).

O jogo entrou numa fase de maior repartição de jogadas de perigo e o Alvega podia ter voltado a marcar dois minutos depois com um bom disparo de Miguel Ângelo para
defesa vistosa de António para canto. Na resposta a UDR, por Romão, dispõe do melhor ensejo para marcar. O guarda redes de Alvega defendeu para a trave o forte remate
do avançado rossiense.

No minuto 50 a UDR ganha uma falta em zona frontal, ainda longe da baliza contrária. Romão executa de forma irrepreensível e reduz a diferença no marcador.

Ricardo Marques impotente para parar remate de Romão.

Com muito tempo para jogar assistiu-se a uma boa reação da equipa da casa. Aos 52 minutos Gafa caiu na área contrária. Reclamaram os da casa mas José Neves, bem
posicionado, mandou jogar para, passados dois minutos anular um golo ao Alvega por alegada mão do marcador.

Aos 55 minutos o rossiense Nuno Alegria falha uma interceção e permite a Fábio Marques perigoso remate a que o guarda redes António se opôs com valentia. Respondeu a
UDR com Lúcio a rematar à entrada da área para defesa apertada de Luís Matos. Estava interessante o jogo que entretanto entrou numa fase de acalmia.

Muita entrega de ambas as equipas.

E foi preciso esperar pela passagem da meia hora desta segunda parte para novo momento de agitação com Romão a rematar para defesa do guarda redes. Respondeu o Alvega com forte remate de Fábio Marques a ser parado por António.

Miguel Ângelo iria ficar ligado ao resultado final do jogo quando aos 72 minutos, do meio da rua, ensaiou forte remate, fora do alcance de António, fixando o resultado final.

Com pouco tempo para jogar e as forças no limite restava esperar pelo derradeiro apito do árbitro José Neves. Resultado justo da equipa mais produtiva. O Rossiense deixou boas indicações. A arbitragem da equipa liderada por José Neves teve alguns equívocos mas sem influência no resultado. Positivo.

Miguel Ângelo ficou ligado ao resultado com dois golos.

FICHA DO JOGO

UNIÃO DESPORTIVA ROSSIENSE:
António, Miguel Prates (André Poupino), Ricardo Garrido, João Henriques, Marco (Nuno Alegria), Leandro, China, Jorgito (Daniel Pires), Perninhas (Lúcio), Gafa e Romão.
Suplentes não utilizados: Pedro Oliveira e Carlos Alberto.
Treinador: Zinha.

União Desportiva Rossiense

ASSOCIAÇÂO DE MELHORAMENTOS DA FREGUESIA DE ALVEGA:
Luís Matos, Ricardo Marques, Mário Cardoso, João Farinha (Duarte Rodrigues), Santana, Jorge Guerreiro, Miguel Ângelo (André Silva), Luis Lourenço (Eduardo Catarrinho), Fábio Marques (Pedro Rodrigues), Luís Barão (Paulo Zink) e Pedro Marques.
Suplentes não utilizados: Nuno Costa, David Peres e Filipe Delgado.
Treinador: Miguel Ângelo.

Associação de Melhoramentos da Freguesia de Alvega

GOLOS: Romão (UDR); Miguel Ângelo (2) e Paulo Zink (AMFA).

EQUIPA DE ARBITRAGEM:
José Neves, António Carvalho e André Lavadelas.

Equipa de arbitragem: José Neves, António Carvalho e André Lavadelas com os capitães de equipa.

No final ouvimos os técnicos de ambas as equipas:

Zinha-Treinador da UDR

 

Miguel Ângelo-Treinador da AMFA

*Com David Pereira (fotos).

Jorge Santiago

Nasceu a 30 de Janeiro de 1961 em Lisboa e cresceu no Alentejo, em Santiago do Cacém. Dali partiu em 1980 para ingressar no Exército e no Curso de Enfermagem. Foi colocado em Santa Margarida e por aqui fez carreira acabando por fixar-se no Tramagal em 2000. A sua primeira ligação à Vila "metalúrgica" surge em 1988 como Enfermeiro do TSU. Munido da sua primeira câmera digital, em 2009 e com a passagem à situação de reserva, começou a registar a fauna do Vale do Tejo, a natureza e o património edificado da região, as ruas, as pessoas... Com colaborações regulares em jornais da região e nacionais este autodidata acaba por conseguir o reconhecimento público, materializado em alguns prémios. Foi galardoado na 8ª Gala de Cultura e Desporto de Tramagal na categoria de Artes Plásticas (Fotografia) em 2013.

Entre na conversa

2 Comentários

  1. Boa tarde, gostaria apenas de deixar uma indicação de correção. O GR da AMF Alvega é Luís Matos e não Ricardo Marques, esse sim era o jogador 6, na posição de central.

    Excelente trabalho e boa continuação!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.