Molarriense vence Aldeiense e segue invicto na série C do campeonato da 2ª divisão distrital. Foto: mediotejo.net

ASSOCIAÇÃO CULTURAL E DESPORTIVA ALDEIENSE 1 – 5 CENTRO DE CULTURA, RECREIO E DESPORTO MOÇARRIENSE
Campeonato Distrital da AFS – 2ª Divisão – Série C – 16ª jornada
Campo de Jogos de Montalvo
20-03-2022

A tarde de domingo apresentava-se com má cara e a prenunciar mau tempo. Embora a chuva se tenha guardado em larga medida para o final do jogo, o histórico fazia prever um desafio complicado para a equipa de Santa Margarida: enquanto a equipa da casa tinha conquistado até ao momento 11 pontos em 13 jogos, o Moçarriense apresentava-se invicto com a totalidade dos 39 pontos conquistados nos 13 jogos disputados. A equipa de Moçarria não deslizou e venceu a equipa do Aldeiense por cinco bolas a uma, mantendo a liderança na Série C da 2ª divisão distrital e a invencibilidade na presente época desportiva.

As equipas do Aldeiense e do Moçarriense defrontaram-se no Campo de Jogos de Montalvo. Foto: mediotejo.net

A equipa que se deslocou desde a Moçarria controlou o jogo desde o seu início, mas ia-lhe faltando alguma objetividade. O aparecimento de dois golos através de pontapés de canto facilitaram o caminho para a vitória expressiva, a qual podia no entanto ser menos avolumada em diferença de golos caso a equipa da casa tivesse conseguido aproveitar melhor algumas das oportunidades que construiu.

A primeira oportunidade aconteceu aos cinco minutos, a favor da equipa visitante, com um remate a partir do lado esquerdo, colocado em jeito para o canto inferior contrário, mas com pouca força, o que permitiu uma defesa tranquila de Ricardo Pereira.

O Moçarriense controlou grande parte da partida. Foto: mediotejo.net

O Aldeiense procurava fazer frente ao Moçarriense e tentar roubar os primeiros pontos àquele que é o líder isolado da tabela classificativa, mas o cruzamento feito para a cabeça de Carlos Silva foi travado pelo guarda-redes Diogo Carmo que se adiantou e segurou a bola no ar. 

Já depois de dez minutos, também Carlos Silva tentou apanhar Diogo Carmo distraído, com um remate de longe, quase do meio campo, e esteve perto de o conseguir, não fosse o travessão da baliza devolver a bola para o terreno de jogo e evitar males maiores.

Os jogadores de Moçarria tentavam sempre fazer circular a bola. Foto: mediotejo.net

O Moçarriense ia controlando o jogo, com os seus jogadores a trocarem a bola e a rodarem o jogo mas parecia faltar objetividade, ao que se aliou o esforço dos homens do Aldeiense em fechar espaços. Após uma destas trocas de bola pela equipa de Moçarria, o esférico foi bombeado para dentro da área, tendo Ricardo Pereira saltado e sacudido o perigo com uma palmada. A bola acabou por sobrar para a cabeça de Diogo Fernandes, cujo cabeceamento não saiu da melhor forma, passando por cima. 

Por volta da meia hora de jogo, a equipa visitante acabou por aproveitar da melhor forma para se colocar em vantagem através de um canto batido do lado direito. Bruno Duarte conseguiu sobrepor-se à confusão gerada dentro de área e cabecear para dentro da baliza. Estava aberto o marcador para a equipa da Moçarria.

A equipa de Moçarria chegou por três vezes ao golo através de pontapés de canto. Foto: mediotejo.net

E foi novamente através de um canto que a equipa de Moçarria conseguiu ampliar a vantagem, desta vez através de Telmo Maniés, que fez o 2-0.

O Aldeiense esteve perto de conseguir reduzir após um bom passe de Flávio Calado a isolar Carlos Silva que, sozinho frente ao guarda-redes mas apercebendo-se de um colega de equipa a surgir do outro lado, não foi egoísta e deu-lhe o golo a marcar. A bola entrou mas não contou, uma vez que estava levantada a bandeirola por fora de jogo. Balde de água fria para os jogadores da casa que podiam ter aqui reduzido o marcador e reentrar no jogo.

A equipa da casa nunca baixou os braços. Foto: mediotejo.net

A equipa de Moçarria beneficiou depois de um livre perigoso, perto do lado esquerdo da grande área, que tentou aproveitar através de uma jogada estudada. Quando tudo apontava para que Rafael Barbosa centrasse a bola para o meio da área, eis que o jogador coloca a bola rasteira para a entrada da grande área, a jeito para o remate Rodrigo Pascoal. O pontapé, no entanto, não saiu da melhor forma e passou por cima da baliza.

Entretanto, esgotou-se a primeira parte e o árbitro mandou toda a gente para o descanso.

Logo no retomar do segundo tempo da partida, o Moçarriense esteve perto de ampliar a vantagem, com Bruno Duarte a ensaiar um belo remate de fora de área. A trajetória da bola descreveu um grande arco e bateu ingratamente na quina da baliza. Seria um golo de bandeira.

Foto: mediotejo.net

Cinco minutos depois, Flávio Calado descobriu Nélson Salgado que, aparecendo nas costas da defensiva da Moçarria mas sentindo-se pressionado, arriscou o remate o qual foi parado com uma defesa com o pé por um atento Diogo Carmo.

A equipa da casa voltou a ficar perto de reduzir por intermédio de Pedro Medroa que, após surgir isolado e sendo novamente alcançado por um defesa, retirou-o da frente e rematou para uma boa defesa do guardião de Moçarria.

Embora já com um resultado complicado, o Aldeiense não virou a cara à luta. Foto: mediotejo.net

O Aldeiense dava mostras de querer e de ambição e esteve novamente perto de fazer balançar as redes do Moçarriense. Após uma bola bem colocada, Carlos Silva conseguiu impor o seu porte físico e ganhar posição, mas na concretização apareceu mais uma vez Diogo Carmo a mostrar-se intransponível. Na ressaca da bola, quando parecia um golo certo, foi a vez de um defesa cortar a bola no último momento. E quem não marca, sofre.

Foi após um cruzamento tenso que Bruno Duarte apareceu a saltar sozinho no coração da área do Aldeiense, vindo de trás, tendo o cabeceamento do jogador da Moçarria sido tão forte que, embora ainda tenha batido no guarda-redes Ricardo Pereira, o esférico acabou por entrar na baliza. Estava feito o 3-0.

Bruno Duarte parecia continuar com fome de golo e, após recolher uma segunda bola à entrada da área, rematou, mas o esférico saiu muito por cima. O jogador viria a acabar por marcar novamente quando um jogador do Moçarriense, após ganhar uma bola em corrida ao defesa e vendo a saída de Ricardo Pereira, aproveitou e picou a bola fora do alcance do guardião. Bruno Duarte, aparecendo na área, só teve de encostar de cabeça para fazer o hat-trick. O resultado de 4-0 era pesado para o Aldeiense, que deu boa conta de si. 

A equipa visitante celebrou por cinco vezes. Foto: mediotejo.net

Perto dos 70 minutos e novamente de canto, a equipa visitante chegou ao quinto tento. Desta feita, foi Diogo Fernandes que aproveitou a confusão que se gerou dentro da área para ampliar a vantagem da sua equipa. Estava completa a mão-cheia de golos.

Ricardo Henriques, número 10 do Moçarriense, não parecia satisfeito e, vendo a bola chegar-lhe aos pés e à entrada da área, não se fez rogado e ensaiou um pontapé rasteiro passando a bola ligeiramente ao lado do poste esquerdo da baliza do Aldeiense.

O Aldeiense nunca desistiu da partida e foi já no caminhar para o final do encontro que marcou o golo de honra. Surgindo isolado e encontrando-se frente a frente com Diogo Carmo, desta vez Pedro Medroa não facilitou: colocou a bola para o lado, longe do guarda-redes de Moçarria e ficou assim reduzida a diferença do marcador. 

O Aldeiense conseguiu fazer balancear as redes da baliza adversária, marcando um golo. Foto: mediotejo.net

Cinco bolas a uma foi o resultado final num jogo com uma arbitragem sem problemas e com a equipa de Moçarria a manter-se invicta e líder da série C da 2ª divisão distrital. Resultado pesado para o Aldeiense que jogou com as armas que tinha e deu luta até ao final. A equipa de Wilson Leite segue em sétimo lugar, com mais dois pontos que Alferrarede (8º) e mais oito que Pernes, o lanterna vermelha do grupo. Pode consultar todos os resultados e classificação AQUI.

Ficha do Jogo:

ASSOCIAÇÃO CULTURAL E DESPORTIVA ALDEIENSE

Ricardo Pereira, Dário Milagaia, João Rodrigues, Diogo Ruas, André Valente, Afonso Martins, Marco Nunes, Carlos Silva, Flávio Calado, Rúben Morais, Nélson Salgado, 
Suplentes: Filipe Olivença, Rodrigo Fernandes, Diogo Rodrigues, João Varino, André Aleixo, Pedro Medroa
Treinador: Wilson Leite

Foto: mediotejo.net

CENTRO DE CULTURA, RECREIO E DESPORTO MOÇARRIENSE

Diogo Carmo, Diogo Fernandes, Rodrigo Matias, Rúben Henriques, Bruno Duarte, Ricardo Henriques, Rodrigo Pascoal, Leonardo Matias, Ricardo Barrela, Rafael Barbosa, Telmo Maniés
Suplentes: Frederico Pederneira, Francisco Simões, Simão Santos, Miguel Rodrigues, Pedro Monteiro, David Cordeiro, Alberto Ferreira
Treinador: Nuno Guerra

Foto: mediotejo.net

GOLOS:
Pedro Medroa [1] (Aldeiense); Bruno Duarte [3], Telmo Maniés [1], Diogo Fernandes [1] (Moçarriense)

EQUIPA DE ARBITRAGEM:
João Perdigão, Ricardo Mendes, Pedro Serra

Equipa de arbitragem, Ricardo Mendes, João Perdigão e Pedro Serra. Foto: mediotejo.net

Após o jogo fomos ouvir os responsáveis técnicos de ambas as equipas:

WILSON LEITE (Aldeiense) 

NUNO GUERRA (Moçarriense)

Rafael Ascensão

Licenciado em Ciências da Comunicação e mestre em Jornalismo. Natural de Praia do Ribatejo, Vila Nova da Barquinha, mas com raízes e ligações beirãs, adora a escrita e o jornalismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.