São Facundo, que começou a partida a perder, conseguiu a reviravolta no final da partida. Foto: mediotejo.net

SÃO FACUNDO CP 2 – 1 MOURISCAS CP
Liga INATEL – 2ª Fase – Grupo B, Jornada 4
Campo de Futebol de São Facundo
06-03-2022

A quarta jornada da segunda fase do grupo B da Liga Inatel colocou frente a frente duas equipas abrantinas, ambas pertencentes a Casas do Povo: São Facundo e Mouriscas. Igual era também o facto de nenhuma destas equipas ainda ter pontuado nesta segunda fase da competição, pelo que ambas queriam assim conquistar os seus primeiros pontos.

A equipa das Mouriscas parecia mesmo decidida a isso, uma vez que marcou logo no início da partida, mas uma equipa lutadora de São Facundo acabou por conseguir restabelecer a igualdade e até dar a volta ao marcador, conquistando os três pontos em disputa.

A partida decorreu no Campo de Futebol de São Facundo. Foto: mediotejo.net

Logo no início da partida, ainda estavam a entrar alguns adeptos mais descuidados com os horários, e já a equipa visitante gritava golo. Através de uma bola colocada ao primeiro poste, um jogador mourisquense conseguiu adiantar-se ao guarda-redes da casa e pentear a bola para o segundo poste, onde apareceu Bruno Rodrigues, que mais trabalho não teve do que encostar a bola para dentro da baliza. 

O início do jogo mostrava uma equipa visitante mais forte e taticamente melhor, a segurar o jogo e bastante superior no meio-campo, com os jogadores de São Facundo a apresentarem dificuldades notórias no acerto das marcações.

Lance que deu origem ao golo madrugador das Mouriscas. Foto: mediotejo.net

Isso não impediu no entanto que a equipa da casa conseguisse levar a bola até ao campo adversário, nem que fosse de bola parada, como aconteceu aos 11 minutos, em que um canto batido do lado direito foi encontrar a cabeça de Diogo Costa, passando o cabeceamento, no entanto, longe do alvo.

À meia hora de jogo, após um livre batido perto do meio-campo, um cabeceamento da equipa de Mouriscas passou ao lado da baliza, pelo que Tiago Pascoal, guardião da equipa da casa, nem se mexeu.

Dez minutos mais tarde a equipa que se deslocou desde Mouriscas teve nova oportunidade, quando, após um lançamento lateral, João Gonçalves centrou a bola direitinho para a cabeça de Daniel Rodrigues, com este a cabecear por cima da baliza. 

A equipa da Casa do Povo de Mouriscas entrou mais forte, com a equipa da casa a mostrar alguns problemas nas marcações. Foto: mediotejo.net

Mesmo ao cair do pano da primeira parte, um livre a favor de São Facundo foi batido para o centro da área mas ninguém chegou à bola, a qual acabou por ir parar às mãos do guarda-redes, Rafael Lopes.

Com o desenrolar da partida, a equipa de São Facundo foi conseguindo integrar-se melhor no jogo, corrigindo alguns dos erros de marcação que apresentou no início da disputa. Mas faltavam oportunidades, as quais, em boa verdade, não abundavam para nenhum dos lados.

No retomar da partida, a equipa da casa parecia mais decidida a dar a volta ao texto e começou a tentar explorar bolas colocadas nas costas da defensiva mourisquense.

O jogo foi disputado numa tarde de domingo ensolarada. Foto: mediotejo.net

Já no decorrer da segunda parte, uma perda de bola de São Facundo, no meio campo contrário, suscitou um contra-ataque das Mouriscas que, após um excelente passe rasteiro, isolou Marco Rodrigues frente à baliza adversária. O jogador, no entanto, foi travado pelo levantar da bandeirola, sendo assinalado fora de jogo.

Perto dos 60 minutos, David Santos, jogador das Mouriscas que ostentava o número 3 nas costas, rematou com força e de primeira, mas o pontapé saiu à figura do guarda-redes.

Após o intervalo a equipa de São Facundo parecia mais decidida. Foto: mediotejo.net

Após uma marcação de falta perto da grande área, foi a vez de São Facundo chegar à baliza adversária, mas também sem perigo, acabando a bola nas mãos de Rafael Lopes. Pouco depois, um cruzamento a partir de um livre descaído para o lado direito, suscitou um remate que passou muito por cima da baliza das Mouriscas.

Numa jogada que já se julgava perdida para a equipa de Mouriscas, David Santos não desistiu e, na raça e na luta, ganhou a bola junto da linha de fundo de São Facundo e enviou-a para o centro da área, mas nenhum colega apareceu para completar a jogada.

A equipa de São Facundo tinha o fator casa a seu favor. Foto: mediotejo.net

O jogo pautava-se por alguma ineficácia de ambas as equipas, mas o jogo ainda sofreria uma reviravolta para animar os adeptos que se deslocaram para desfrutar de uma tarde de futebol do Inatel, remontada que começou a menos de 10 minutos do final do jogo.

O responsável por despontar este volte-face no marcador foi João Fernandes, que, lutando e ganhando ressaltos, acabou por conseguir rematar a bola para a baliza. O pontapé certeiro, embora não com muita força, foi o suficiente para que Rafael Lopes não conseguisse chegar à bola. Estava assim reposta a igualdade e tudo estava em aberto.

A equipa visitante tentou responder através de Bruno Rodrigues, mas o remate saiu fraco e o guarda-redes amarrou sem problemas. 

Foram variadas as disputas de bola ao longo do encontro. Foto: mediotejo.net

A reviravolta no marcador surgiu por intermédio de Rodrigo Carraceno que, a partir do lado esquerdo, enviou a bola alta e em jeito, tendo surpreendido o guarda-redes de Mouriscas, que não alcançou a bola. Estava consumada a cambalhota no marcador e a festa era agora da equipa da casa. 

Mas até ao lavar dos cestos é vindima, como diz o rifão, e a última oportunidade da partida foi para a equipa de Mouriscas, que podia ter restabelecido a igualdade, que poderia ser considerado o resultado mais justo. Uma bola colocada ao segundo poste, onde estavam três jogadores de Mouriscas, mas nenhum conseguiu concretizar no golo do empate.

Não abundaram as oportunidades claras de golo. Foto: mediotejo.net

As Mouriscas viram assim a vitória escapar-se-lhes entre os dedos, bem como a oportunidade de se estrearem a pontuar nesta fase, tendo a vitória sido conquistada por uma equipa de São Facundo com alma e que nunca baixou os braços, vendo o prémio chegar no final da partida. Arbitragem sem problemas num jogo correto e bem disputado.

A equipa de São Facundo bateu-se e acabou por conseguir conquistar os três pontos. Foto: mediotejo.net

A estreia a pontuar coube assim à equipa da Casa do Povo de São Facundo, que se fixa com três pontos no quinta posição, um lugar à frente das Mouriscas, que fica como lanterna vermelha do grupo. Em quarto lugar está o Alvega, com 4 pontos, e em terceiro o Vilarregense com 7. Vale da Pinta e Pontével são os segundos e primeiros classificados do grupo, ambos com 10 pontos.

Pode consultar todos os resultados e classificações da quarta jornada da Liga Inatel AQUI.

A arbitragem decorreu sem problemas dignos de nota. Foto: mediotejo.net

Ficha de Jogo:

CP SÃO FACUNDO:

Tiago Pascoal, Afonso Paredes, Francisco Alves, Hugo Rodrigues, João Santos, Anderson Santos, Vasco Bernardo, Diogo Costa, Miguel Madeira, Daniel Vieira, Lúcio Proença
Suplentes: Duarte Courela, Rodrigo Carraceno, Rodrigo Pequeno, Diogo Graça, João Fernandes, Bruno Fernandes
Treinador: Cláudio Ferreira

Casa do Povo de São Facundo. Foto: mediotejo.net

CP MOURISCAS:

João Lopes, João Gonçalves, Renato Dias, David Santos, Bruno Rodrigues, Bruno Martins, André Batista, Mauro Santos, Diogo Marques, Daniel Rodrigues, Fernando Lopes
Suplentes: Anselmo Pedro, Fábio Gonçalves, Rui Rodrigues, Bruno Quinas, Marco Rodrigues, André Marques
Treinador: Nélson Matos

Casa do Povo de Mouriscas. Foto: mediotejo.net

GOLOS: João Nuno Fernandes [1] Rodrigo Carraceno [1] (São Facundo); Bruno Rodrigues [1] (Mouriscas)

EQUIPA DE ARBITRAGEM: Celestino Dias, Norberto Santos, Rui Guedes

Equipa de arbitragem. Foto: mediotejo.net

Como habitualmente, fomos escutar os responsáveis técnicos de ambas as equipas.

Cláudio Ferreira (São Facundo)

Foto: mediotejo.net

Nélson Matos (Mouriscas)

Foto: mediotejo.net

Rafael Ascensão

Licenciado em Ciências da Comunicação e mestre em Jornalismo. Natural de Praia do Ribatejo, Vila Nova da Barquinha, mas com raízes e ligações beirãs, adora a escrita e o jornalismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.