Pouco futebol de qualidade mas muito empenho.

CASA DO POVO DE S.MIGUEL 0 – BEMPOSTA FUTEBOL CLUBE 3
Campeonato Distrital INATEL- 2ª Fase- Grupo C1- 1ª jornada
Campo Farinha Pereira
S.Miguel do Rio Torto
27-01-2018

Momento de assédio junto à baliza do S.Miguel.

Tarde soalheira em S.Miguel do Rio Torto para receber a 2ª Fase da competição no primeiro jogo deste difícil Grupo que
engloba ainda as equipas de Sentieiras e Envendos. As equipas apresentaram-se cautelosas, já que qualquer deslize neste Grupo pode ser fatal e o futebol praticado esteve longe de ser de qualidade. As equipas privilegiaram a defesa partindo em busca do golo de forma esporádica. A Bemposta com mais unidades no ataque criou melhores oportunidades que não conseguiu concretizar e o São Miguel, com um futebol mais direto, à procura da inspiração de Gala, ia equilibrando.

Gala foi referência no ataque da equipa da casa mas ficou em branco.

As primeiras situações de algum perigo foram dos visitantes, aos quatro minutos, mas as cabeçadas de Espadinha e Menotty
não levaram a direção da baliza de João Gomes.
Ao oitavo minuto André Silva conseguiu isolar-se mas o guarda redes da casa, atento, resolveu a pontapé.

Aos 16 minutos Diogo Martins teve nos pés a primeira grande chance para a equipa da casa mas o remate morreu nas luvas de
Cunha. Na resposta a Bemposta conseguiu isolar Menotty mas mais uma vez João Gomes resolveu a pontapé.

Veterano Menotty ainda é um jogador influente na Bemposta.

À passagem do minuto 21 foi a vez do avançado de S.Miguel, Gala, se isolar e já dentro da área dos “amarelos” rematou para
fora. O jogo estava partido e as jogadas de contra golpe sucediam-se.

Aos 24 minutos Espadinha, bem servido por um companheiro, ficou isolado na cara de João Gomes mas o remate saiu ao lado.
O mesmo Espadinha viria a cabecear por cima, na sequência de um livre direto, aos 36 minutos.

A primeira parte encerrou com um remate de André Silva, já na pequena área com o guarda redes da casa a conseguir manter a
sua baliza inviolada. Pouco depois o árbitro José Neves apitou para o descanso.

Muita procura de posse de bola por ambos os conjuntos.

A segunda parte iniciou-se de forma expectante por ambos os conjuntos e durante largos minutos jogou-se longe de ambas as
balizas. Ninguém queria correr riscos.

Manuel Gaio disputa lance com André Silva.

Daí não se estranhar que o relógio já tivesse percorrido 18 minutos no segundo tempo quando o perigo voltou a rondar a
baliza do S.Miguel. Na execução dum canto à maneira curta a bola foi bombeada para cima do guarda redes João Gomes que
sofreu carga, ficando anulada a iniciativa.

Aos 62 minutos Diogo, de cabeça, na sequência dum livre, enviou a bola por cima do travessão. No minuto seguinte a Bemposta, que se mostrava mais ameaçadora, de novo de livre obrigou João Gomes a nova intervenção a soco.

João Gomes resolve a soo.

Aos 64 minutos foi a vez do entrado David Fontinha se isolar e proporcionar defesa vistosa a Cunha. A Bemposta tinha refrescado a sua linha atacante com jogadores folgados e foi sem estranheza que se viu o recém entrado Tiago arrancar numa cavalgada que só parou com o esférico no fundo da baliza da equipa da casa. O relógio marcava 65 minutos de jogo.

O S.Miguel foi obrigado a correr atrás do prejuízo e foi o que fez.
Aos 68 minutos Diogo Martins, num centro remate, fez a bola passar muito perto da baliza à guarda de Cunha.

Lance aéreo na zona central do campo.

Estava mais subido o S.Miguel e disso se aproveitou a Bemposta.
Aos 71 minutos foi a vez de outro jogador que havia saltado do banco, Rodrigo Pequeno, se isolar em jogada pura de contra
ataque, e bater o desamparado João Gomes pela segunda vez na partida.

Rodrigo Pequeno, isolado, bate João Gomes pela segunda vez.

A maior frescura dos visitantes mostrava-se letal…

A Bemposta por duas vezes, isolou Chora em minutos consecutivos (77 e 78), obrigando o guarda redes
João Gomes, qual “libero”, a jogar em antecipação, a pontapé.

Com o tempo regulamentar esgotado o árbitro José Neves concedeu cinco minutos de compensação. Tempo suficiente para Diogo se isolar e ampliar a vantagem da equipa que viajou de Bemposta para três golos sem resposta.

Era esse o “score” no final duma partida que teve um justo vencedor, com um resultado pesado para a equipa da casa. Boa arbitragem.

Diogo marcou o terceiro golo da sua equipa.

FICHA DE JOGO

CASA DO POVO DE S.MIGUEL:
João Gomes, Manuel Gaio, João António, Rafael Coelho, Bruno Amaro, João Salgueiro, Gonçalo Oliveira, Miguel Cabaço (David Fontinha), Diogo Martins, Duarte Lopes (Tomáz) e Gala.
Suplentes não utilizados: Filipe Dias, Zé Miguel e Ricardo Apura.
Treinador: Jorge Sobral.

Casa do Povo de S.Miguel.

BEMPOSTA FUTEBOL CLUBE:
Cunha, Tiago, Pina, Pequeno, Carlitos, Diogo, Chora, Carocha (David Fernandes), André Silva (Luís Santo), Menotty (Tiago) e Luís Espadinha (Rodrigo Pequeno).
Suplentes não utilizados: Sandro, Vitor Marques e Ricardo Dias.
Treinador: Manuel Varela.

Bemposta Futebol Clube.

GOLOS:
Tiago, Rodrigo Pequeno e Diogo (Bemposta).

EQUIPA DE ARBITRAGEM:
José Neves, João Costa e Ricardo Dias.

Equipa de Arbitragem: José Neves, João Costa e Ricardo Dias com os capitães.

No final ouvimos os treinadores de ambas as equipas:

Jorge Sobral-Treinador de S.Miguel.

 

Manuel Varela-Treinador da Bemposta.

*Com David Pereira (fotos).

Jorge Santiago

Nasceu a 30 de Janeiro de 1961 em Lisboa e cresceu no Alentejo, em Santiago do Cacém. Dali partiu em 1980 para ingressar no Exército e no Curso de Enfermagem. Foi colocado em Santa Margarida e por aqui fez carreira acabando por fixar-se no Tramagal em 2000. A sua primeira ligação à Vila "metalúrgica" surge em 1988 como Enfermeiro do TSU. Munido da sua primeira câmera digital, em 2009 e com a passagem à situação de reserva, começou a registar a fauna do Vale do Tejo, a natureza e o património edificado da região, as ruas, as pessoas... Com colaborações regulares em jornais da região e nacionais este autodidata acaba por conseguir o reconhecimento público, materializado em alguns prémios. Foi galardoado na 8ª Gala de Cultura e Desporto de Tramagal na categoria de Artes Plásticas (Fotografia) em 2013.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *