A família Elias (Alberto, Ana e Sara), fundadores da associação CICO, com sede em Constância, ao lado do LYSITANYS, o maior carrilhão itinerante do mundo. Foto arquvo: mediotejo.net

Numa organização da CICO – Centro Internacional do Carrilhão e do Órgão, o Dia Mundial da Música é assinalado em Constância com uma atividade em cada sábado deste mês de outubro, com os PVGNA TAGI a atuarem este sábado, 8 de outubro, na Casa-Memória de Camões, às 18h00.

O PYGNA TAGI é mais recente projeto da CICO – um grupo de música tradicional composto por professores, alunos, ex-alunos e amigos da CICO que se juntaram com um propósito comum: recolher, preservar, valorizar e divulgar o património cultural imaterial, em particular, do concelho de Constância.

No dia 15 de outubro, às 18h00, no Largo Cabral Moncada, entra em cena o Carrilhão Lvsitanvs, com o concerto ‘Disco-Carillon’, pelas irmãs Ana e Sara Elias, e que vai contar com o uso de faixas sonoras pré-gravadas a acompanhar o som acústico do Carrilhão Lvsitanvs, o maior e mais pesado carrilhão do mundo.

No dia 22, a proposta passa para a Igreja Matriz de Constância, local onde se encontra uma relíquia de índole cultural, o Órgão Histórico de Constância. Instalado no coro alto da Igreja, data de 1827 e é da autoria do organeiro António Xavier Machado e Cerveira, uma das figuras cimeiras da organaria portuguesa. Ana Elias dá um concerto naquele órgão no sábado, dia 22 de outubro, às 16h00.

A fechar este ciclo de propostas culturais, a CICO exibe o filme documentário ‘Por quem os sinos tocam”, no dia 29 de outubro, às 21h30, no Cineteatro Municipal. O filme, produzido pela ‘Até ao Fim do Mundo’ e realizado por Pedro Ramalho Marques, conta a história da família Elias, dona do maior carrilhão itinerante do mundo, o ”Carrilhão Lvsitanvs”, idealizado pelo pai Alberto e tocado pelas filhas Ana e Sara. Este é um filme sobre o poder da família, da música e do amor.

O primeiro concerto deste ciclo de propostas aconteceu com os TINTINNABVLVM, no dia 1 de outubro, no Jardim-Horto de Camões.

Este evento tem como objetivo “despertar a atenção dos melómanos para as peculiaridades de Constância e para a capacidade que esta possui de se afirmar como um local estratégico na valorização do carrilhão, do órgão e também da música tradicional e da música medieval e renascentista”, avança a organização.

Mário Rui Fonseca

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *