O resultado final de mais de 100 horas de trabalho. Foto: DR

Há 13 anos que Jorge Roberto, por iniciativa própria e sem qualquer intuito lucrativo, constrói um presépio de grandes dimensões na aldeia de Mourolinho, freguesia de igreja Nova, Ferreira do Zêzere.

A particularidade que torna este presépio especial é que é construído com pedras. São mais de 15 toneladas de pedra que, uma a uma, dão forma a um arranjo único e que todos os anos atrai muitos visitantes àquela aldeia.

Apesar de “bastante cansado” pelas mais de 100 horas de trabalho na montagem do presépio, Jorge Roberto mostra-se “bastante orgulhoso pelo resultado final”, que classifica como o seu “cartão de Boas Festas”.

Este ano, contou com a colaboração de alguns amigos que ofereceram cercas de madeira, folhas de palmeira e outros adereços que ajudaram a compor ainda mais o presépio.

Jorge Roberto junto ao seu “cartão de Boas Festas”. Foto: DR

Notícia relacionada (2019)

Ferreira do Zêzere | O presépio da aldeia de Mourolinho nasce das mãos de um Jorge que é ‘Poeta’

José Gaio

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *