Ferreira do Zêzere perspetiva ano letivo próspero com “grandes novidades e desafios”. Foto: DR

“O ano letivo que agora se inicia é de grandes novidades e desafios”, antecipou a vereadora responsável pelo pelouro da educação na Câmara de Ferreira do Zêzere. Elisabete Ferreira aponta perspetivas para “um ano letivo próspero e de consolidação de políticas educativas inclusivas e socialmente comprometidas”.

O concelho de Ferreira do Zêzere conta apenas com um Agrupamento de Escolas, que inclui a Escola sede Pedro Ferreiro (2.º, 3.º ciclo e ensino secundário) e os Centros Escolares de Areias e de Ferreira do Zêzere, com valências de pré-escolar e de 1.º ciclo.

Com uma nova direção, liderada por Lina Serra, o Agrupamento de Escolas conta com um plano pedagógico muito diversificado, que aposta especialmente na inclusão. À semelhança do que já acontecia, a nova direção mantém com o município “uma articulação estreita em todas as matérias, conjugando esforços, diariamente”, realça a autarca.

De entre os grandes desafios deste ano letivo, sublinha-se a operacionalização da transferência de competências para o município na área da Educação. O atual executivo liderado pelo PS preparou e operacionalizou todos os aspetos da descentralização, que não tinham sido negociados anteriormente.

“Uma estreitíssima colaboração entre o Executivo, o Agrupamento e a Delegação Regional da Educação permitiu que o ano letivo vá iniciar já com a transferência de competências completa, quer ao nível dos recursos humanos, quer no que respeita aos equipamentos e às alterações informáticas”, sublinha Elisabete Ferreira.

Outro aspeto a relevar é que, logo no início do mandato, a vereadora da Educação elaborou uma nova Carta Educativa – documento que obteve parecer positivo da DGESTE em maio de 2022.

Na opinião da autora, a nova Carta “preencheu lacunas e atualizou os dados da anterior, delineou de forma mais clara as políticas educativas e operacionalizou a alteração das zonas geográficas de abrangência dos Centros Escolares de Areias e de Ferreira do Zêzere”. 

Vereadora Elisabete Ferreira é a responsável pelo pelouro da Educação em Ferreira do Zêzere. Foto: DR

Esta alteração “permitiu redistribuir os alunos do ensino pré-escolar e do 1.º ciclo, maximizando o aproveitamento das excelentes condições dos equipamentos educativos de Areias e criando melhores condições pedagógicas e de segurança” na Escola de Ferreira do Zêzere.

Apoios educativos em toda a linha

Para este novo ano letivo, o executivo aprovou um leque de apoios educativos que começam com a gratuitidade das refeições escolares do Ensino Pré-escolar e do 1º Ciclo do Ensino Básico, independentemente do escalão, o pagamento da totalidade dos cadernos de atividades de todos os alunos que frequentem o 1.º CEB, e o apoio financeiro para a aquisição de material escolar no valor de 16 euros a todos os alunos que frequentem o 1.º CEB.

Escola Pedro Ferreiro. Foto: mediotejo.net

Todos os alunos que frequentem o 2.º CEB, o 3.º CEB e ensino secundário beneficiam de comparticipação financeira de 50% do valor dos cadernos de atividades, medida que se estende aos alunos que estudem fora por não terem acesso, no concelho, à área ou curso que estejam a frequentar.

Há ainda o apoio financeiro anual no valor de 2,50 euros por cada aluno que frequente as salas de 1º CEB e de Ensino Pré-escolar no Agrupamento de Escolas ou na Santa Casa da Misericórdia para a aquisição de material didático e de desgaste.

Quanto ao acesso à Escola Virtual para o ano letivo 2022/2023 há a comparticipação, em 100% para todos os alunos que frequentem o Agrupamento de Escolas do Concelho.

A lista de apoios não fica por aqui. Está garantido o serviço de acompanhamento das crianças da educação pré-escolar antes e/ou depois do período diário de atividades letivas e no período de almoço e atividades extracurriculares para o 1.º ciclo, como é direito de todas as crianças.

Em relação aos transportes escolares, as famílias podem contar com a gratuitidade para os alunos do Ensino-Pré Escolar e do 1.º CEB que frequentem os Centros Escolares do concelho e que residam no concelho, assegurados na modalidade porta a porta ou a partir do ATL de Paio Mendes, independentemente da distância entre as suas residências e a escola que frequentam.

Para os alunos dos 2.º e 3.º Ciclos do Ensino Básico e do Ensino Secundário a gratuitidade dos transportes escolares concretiza-se através do pagamento de 100% dos passes escolares aos operadores de transporte que asseguram circuitos de carreira pública no concelho.

A autarquia paga 50% do montante das comparticipações familiares respeitantes ao pagamento do passe escolar para que alunos que frequentem o ensino Secundário fora do concelho, desde que não exista o curso ou área que vão frequentar no Agrupamento de Escolas de Ferreira do Zêzere.

Para os alunos do Ensino Superior, o executivo está a preparar os apoios, procurando superar a oferta do ano anterior, fixada em 22 bolsas de estudo.

Com a Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, foi celebrado um protocolo de colaboração que permitirá implementar um plano de saúde oral de crianças e jovens, que inclui o rastreio de saúde oral e ações de literacia em saúde, já a partir deste ano.

Para a vereadora responsável pela área da Educação, o município “afirma-se especialmente generoso e atento às necessidades dos alunos e das famílias, reforçando a sua posição de suporte educativo”.

Numa altura em que terminaram as Micro-jornadas Pedagógicas, congregando todos os professores e funcionários não docentes na abertura do ano letivo, nos dias 1 e 2 de setembro, e já fechadas as primeiras reuniões de preparação entre o Agrupamento e o Município, “as perspetivas são de um ano letivo próspero e de consolidação de políticas educativas inclusivas e socialmente comprometidas”.

José Gaio

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.