Serração da Velha é uma tradição popular, que tem lugar a meio da Quaresma. Foto: DR

São várias as atividades culturais programadas para o fim de semana de 19 e 20 de março em Ferreira do Zêzere. No dia 20, domingo, às 16h00, o Rancho Folclórico e Etnográfico de Alviobeira apresenta no Centro Cultural o espetáculo “Serrar da Velha”. Também conhecida por Serração da Velha, é uma tradição popular, que tem lugar a meio da Quaresma.

Segundo a sinopse, a peça desenvolve-se num lar particular de idosos, gerido pela D. Maria dos Anjos, uma mulher autoritária, fria e despreocupada com o bem-estar dos idosos residentes no lar. Na peça a tradição do Serrar da Velha é contada pela voz da D. Albertina, uma idosa a quem é administrado soníferos, e que passa parte do tempo a dormir. Sempre que ela acorda, relata toda a tradição. No final, é lido o testamento da velha.

Esta organização da Junta de Freguesia tem entradas livres, limitadas à capacidade da sala.

No sábado, dia 19, a Secção de Dança da Associação de Marinheiros de Ferreira do Zêzere apresenta às 18h00, também no Centro Cultural, o espetáculo Variações. Os bilhetes estão à venda na loja Miminhos às Cores ou no Centro Cultural uma hora antes do espetáculo.

Quanto a exposições, até ao dia 25 de março está patente na Biblioteca Municipal Dr. António Baião, uma de fotografia “Aves do rio” de José Estiveira.

Inserido no mês da Proteção Civil está patente até ao dia 31 de março na mesma Biblioteca, a exposição de fotografia “Linha de emergência” de Óscar Rodrigues.

José Gaio

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.