Festival Kiitos regressa às Festas da Cidade de Ponte de Sor. Foto arquivo mediotejo.net

O Anfiteatro da Zona Ribeirinha e a sua zona envolvente vão receber as comemorações dos trinta e sete anos da elevação de Ponte de Sor a cidade. O evento vai decorrer de 7 a 10 de julho e promete voltar a ser um dos mais marcantes do início do verão, com a Mostra de Artesanato, gastronomia representativa das freguesias do concelho e a animação noturna.

No dia 7 de julho, quinta-feira, cabe à Escola de Música de Montargil abrir as festividades, seguido do espetáculo MOVE.SOR, composto pelos diversos grupos de dança do concelho de Ponte de Sor.

Na sexta-feira, as honras musicais caberão à Orquestra de Harmónicas de Ponte de Sor, ao grupo Farra Fanfarra e aos Expensive Soul, terminando a noite ao som do DJ Peat.

No dia 9 de julho, a atuação de Cuca Roseta e Rui Drumond com a Orquestra Ibérica promete ser um dos grandes atrativos, sendo antecedidos pela Orquestra Ligeira da Câmara Municipal de Ponte de Sor e a Bandas às Riscas. A noite de sábado fecha com a DJ Ana Isabel Arroja.

No último dia das Festas da Cidade, haverá o Encontro de Coros e as atuações da Banda da Sociedade Filarmónica Galveense e do Festival Kiitos, espetáculo musical para os mais novos. Rouxinol Faduncho é o artista que vai encerrar o certame.

Expensive Soul atuam em Ponte de Sor a 8 de julho. Foto: D.R.

Paralelamente ao evento, decorrerá também na Zona Ribeirinha a 8ª edição da Feira Agroflorestal, uma organização da AFLOSOR, que contará com vários expositores, tasquinhas e momentos musicais. Outro atrativo é o Festival de Artes de Rua Bolota, que vai trazer animação às ruas da cidade durante dois dias.

A criação de um novo logótipo das Festas da Cidade é também uma das novidades deste ano, com uma imagem considerada pelo município “mais apelativa, moderna e identitária de Ponte de Sor”, pintada com as cores do logótipo principal da Câmara Municipal.

Zona Ribeirinha de Ponte de Sor, será uma vez mais o palco das Festas da Cidade. Créditos: CMPS

Os espetáculos das Festas da Cidade de Ponte de Sor têm entrada gratuita.

Paula Mourato

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.