Entroncamento fecha em casa fase final de acesso à 1ª divisão distrital. Foto: mediotejo.net

ENTRONCAMENTO ATLÉTICO CLUBE 5 – ACR ESPINHEIRENSE 0

Campeonato Distrital 2ª Divisão | 5ª jornada – Apuramento Campeão – 15/05/2022

Complexo Desportivo do Bonito, Entroncamento

Tarde solarenga mas ventosa no bem tratado relvado do Complexo Desportivo do Bonito, no campo do Entroncamento Atlético Clube (EAC) , com mais de uma centena de adeptos nas bancadas no apoio à sua equipa.

Equipas entram em campo

O EAC, que vinha de uma derrota em Alpiarça, queria dar uma boa resposta perante os seus adeptos, ao passo que a equipa de Espinheiro, sem qualquer ponto conquistado até ao momento nesta fase final de subida de divisão, vinha tentar inverter essa situação.

Capitães de equipa na habitual seleção de campo com moeda ao ar lançada pelo trio de arbitragem

Sinal mais para a equipa da casa nos primeiros minutos de jogo, com os ferroviários a jogarem com cabeça e com a bola nos pés, privilegiando a posse de bola, através de passes curtos e mudanças de flanco.

O primeiro aviso para a baliza defendida pelo guardião do Espinheiro surgiu aos 12 minutos. Cruzamento do lado direito do ataque da equipa de Júlio Batista ao segundo poste e João Costa tira um adversário do caminho e remata ao poste.

Entroncamento entrou a mandar no jogo

Com a equipa do Entroncamento a fazer pressão junto ao último reduto defensivo adversário, o guardião do Espinheiro aliviou mal a bola e David Aguiar aproveitou a oferta da melhor forma. Correu em direção à baliza e atirou para o 1-0.

David Aguiar abriu o marcador para a equipa do Entroncamento

A equipa do EAC comandava o jogo e Rui Pedro, fora da área, atirou forte com a bola a voltar a embater no poste da baliza defendida por Tiago Agostinho. Um defesa surgiu a atirar o esférico para a linha lateral. Na sequência do lançamento nasce o segundo golo da equipa da casa. João Costa não desperdiçou a oportunidade e ampliou a vantagem para 2-0.

A dois minutos do final do primeiro tempo, registo para o primeiro lance de perigo da equipa forasteira. Num lance individual, Jorge Faria isola-se e já dentro da área remata forte para uma excelente parada do guardião Daniel Casaleiro, mantendo o nulo para a equipa adversária. Pouco depois o árbitro mandou toda a gente para os balneários, com vantagem confortável para a equipa de Júlio Batista.

Ao intervalo o Entroncamento vencia por dois golos sem resposta

A equipa do Entroncamento voltou a entrar bem na segunda parte e aos 7 minutos chegou ao terceiro golo. Jogo simples, de pé para pé e com a cabeça levantada, com uma desmarcação primorosa de João Lopes que recolhe a bola e só com o guardião pela frente atirou cruzado para o golo.

O Entroncamento festeja mais um golo

Na mó de cima, o Entroncamento volta a estar perto do golo. Canto do lado esquerdo marcado ao segundo poste para Gonçalo Santos rematar de cabeça, com a bola a passar perto do poste da baliza.

Entroncamento em mais um lance de muito perigo para a baliza do Espinheirense

A equipa de José Moço ainda reagiu e entre os 15 e 23 minutos colocou diversas vezes o guardião Daniel Casaleiro à prova. De bola parada, através de um livre em jeito de canto mais curto, a bola vai muito chegada à baliza obrigando Casaleiro a esticar-se para afastar o esférico. Na sequência, e perante alguma confusão na área, foi o próprio Casaleiro a resolver.

Jogo ainda aqueceu no segundo tempo, mas o Espinheirense não conseguiu marcar nenhum golo

Em lance corrido, a equipa do Espinheiro continuou a criar alguns lances de perigo, no melhor período da equipa de José Moço. O Espinheirense obrigou Casaleiro a sucessivas boas intervenções, fazendo a defesa da tarde numa delas.

Com algumas mexidas na equipa de parte a parte, a equipa do Júlio Batista volta a mandar no jogo a meio da segunda parte. Aos 24 minutos chega mesmo ao golo por intermédio do recém entrado Martim Portela após algumas facilidades na defensiva do Espinheirense.

No final do desafio o Entroncamento voltou a marcar e a dilatar a vantagem

A jogar bem, a equipa sob o comando de Júlio Batista chega à mão cheia de golos e novamente por Martim Portela após lance bem desenhado pelo lado direito por João Costa.

Entroncamento venceu Espinheirense e lidera a série de subida de divisão, com os mesmos pontos do Águias

Excelente tarde de futebol no Entroncamento em que os adeptos da casa ficaram certamente satisfeitos com a exibição da sua equipa. Superiores praticamente durante todo o encontro foram justos vencedores com o Espinheirense a criar oportunidades mas a pecar na finalização. Com esta vitória a equipa do Entroncamento mantém a liderança, a par do Águias, que venceu na difícil deslocação a Fátima. Bom trabalho da equipa de arbitragem.

FICHA DE JOGO:

ENTRONCAMENTO AC

Entroncamento AC.

Daniel Casaleiro, Francisco Andrade, Tomás Pereira, João Lopes, João Costa, João Magalhães, David Martins, Bruno Augusto, David Aguiar e Rui Pedro .

Suplentes: Tomás Ferreira, André Ramos, Sérgio Pedro, Renato Raimundo, Jorge Faria, Martim Portela e Afonso Pratas.

Treinador: Júlio Batista

ACR ESPINHEIRENSE

ACR Espinheirense

Tiago Agostinho, Filipe Damaso, Diogo Henriques, Guilherme Neto, Carrapito, Ricardo Rei, Ricardo Neto, João Lourenço, Gonçalo Maurício, Francisco Violante e Frazão.

Suplentes: Miguel Arsénio, Duarte Simões, Diogo Antunes e Francisco Martins.

Treinador: José Moço

GOLOS: David Aguiar, João Costa, João Lopes e Martim Portela (2).

Equipa de arbitragem

EQUIPA DE ARBITRAGEM: Henrique Paula, Pedro Lopes e Frederico Constantino.

DISCIPLINA: Cartão amarelo:  David Aguiar, João Lopes, Renato Raimundo e João Lourenço

No final ouvimos os treinadores de ambas as equipas:

Júlio Batista, treinador do Entroncamento

ÁUDIO | JÚLIO BATISTA, TREINADOR DO ENTRONCAMENTO:

José Moço, treinador do ACR Espinheirense

ÁUDIO | JOSÉ MOÇO, TREINADOR DO ESPINHEIRENSE:

Luis Ribeiro

Natural e residente em Tomar, tem como profissão Distribuidor, mas é com a fotografia que se identifica. É amante desta arte em geral, mas a sua verdadeira paixão é a Natureza e Vida Selvagem e os Retratos. É autor do livro de fotografia “Alma Nabantina” e fundador/administrador dos grupos do Facebook “Amigos da Fotografia de Tomar” e "Fauna de Tomar”. Colabora na área de fotografia na imprensa regional e local e já em 2018 foi júri convidado de dois concursos de fotografia. Neste ano conta também com duas exposições de fotografia coletivas, preparando atualmente a terceira.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *