Consórcio liderado pela Medway investe 82 ME no Médio Tejo para fabricar vagões inteligentes em Portugal. Foto: DR

Após o recente anúncio de que um consórcio liderado pela Medway vai investir 82 milhões de euros no desenvolvimento de vagões inteligentes para transporte de mercadorias, permitindo a criação de mais emprego no Médio Tejo, o presidente da Câmara Municipal do Entroncamento deu conta da realização de uma reunião esta semana com a ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, nas oficinas da empresa no Entroncamento para apresentação do projeto da empresa para a região.

“No dia 7 de dezembro, decorreu uma reunião com a presença da ministra da Coesão Territorial nas instalações da Medway no Entroncamento para a apresentação e avaliação de futuros investimentos a desenvolver pela empresa”, deu conta Jorge Faria, presidente do Município do Entroncamento, na sessão camarária do próprio dia 7.

Admitindo esperar “a concretização de avultados investimentos na área da manutenção ferroviária no Entroncamento” por parte da Medway (antiga CP Carga), o autarca elucidou que nesta reunião foi apresentado “um investimento ambicioso”, no qual a autarquia tem vindo a trabalhar com a empresa há cerca de dois anos e que “a ser concretizado terá como resultado a construção de uma nova unidade de manutenção ferroviária no Entroncamento e também poderá incluir uma unidade de produção de vagões de nova tecnologia”.

Um investimento “muito importante para consolidarmos a dimensão ferroviária” cujo “elevado nível de maturidade” despertou o agrado pelo projeto por parte da ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa.

“Os investimentos são cerca de 61 milhões de euros (…) têm previsto uma área coberta oficinal de 43 mil metros quadrados e, quando concluídos [no espaço temporal 2025-2026] irão criar mais 186 postos de trabalho qualificados”, disse Jorge Faria, referindo os já 110 postos de trabalho que a Medway criou no Entroncamento.

O edil expôs também a intenção da empresa em candidatar-se ao aviso aberto até 17 de dezembro para apoio comunitário, no âmbito do Fundo de Transição Justa.

ÁUDIO | Presidente da CM Entroncamento, Jorge Faria sobre reunião com a ministra da Coesão Territorial

“Também associado a este investimento, está a ser trabalhada a possibilidade de ser criada uma academia de formação do Grupo Medway no Entroncamento”, adiantou ainda Jorge Faria.

Notícia Relacionada: Consórcio liderado pela Medway investe 82 ME no Médio Tejo para fabricar vagões inteligentes
 
 

Ana Rita Cristóvão

Abrantina com uma costela maçaense, rumou a Lisboa para se formar em Jornalismo. Foi aí que descobriu a rádio e a magia de contar histórias ao ouvido. Acredita que com mais compreensão, abraços e chocolate o mundo seria um lugar mais feliz.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.