Fotografia: Museu Nacional Ferroviário

De 8 a 14 de abril, o Museu Nacional do Ferroviário integra a iniciativa que se multiplica por vários pontos do país, com a realização de atividades lúdicas e interativas que exaltam a importância da preservação do património industrial.

Nesta semana, o objetivo é o de “aproximar as pessoas” com um conjunto de atividades que têm como mote o património industrial. “Desde os históricos edifícios que serviam para recuperação e manutenção de locomotivas a vapor e carruagens e que se mantiveram em funcionamento desde 1917 até 2010, a placa giratória datada de 1911, até às mais variadas peças que integram a exposição permanente do museu, como o pequeno mas muito relevante bilhete de comboio da primeira viagem em 1856, até às locomotivas a vapor de várias toneladas”, refere em comunicado o MNF.

A convite do Turismo Centro de Portugal e do Grupo Dinamizador da Rede Portuguesa do Turismo Industrial, o museu participa nesta iniciativa nacional, que vê como uma “oportunidade para promover e divulgar um património que, embora a sua designação remeta para um espaço físico, também agrega valor histórico, tecnológico, social, arquitetónico e científico”.

Desse modo, durante uma semana serão promovidas as seguintes iniciativas:

  • 8 de abril (10h00) – Traincatcher: Um jogo que permite descobrir de forma diferente a história dos comboios e da ferrovia em Portugal, através da coleção do museu, percorrendo os seus diversos espaços, recolhendo pistas, cumprindo provas, respondendo a questões e resolvendo desafios.
  • 9 de abril (10h00 às 12h00 e das 14h00 às 18h00) – Simulador de Condução Ferroviária: Uma experiência interativa que apela aos sentidos visuais, auditivos e táteis, permitindo a habituação aos sistemas de controlo e de segurança essenciais de uma locomotiva elétrica da série “CP 2600”.
  • 10 de abril (10h00): Visita a Bordo: Através da qual vai poder entrar no pavilhão de uma locomotiva a vapor, na cabine de locomotivas, em carruagens e salões e descobrir mais sobre a história destas grandes máquinas.
  • 13 de abril (10h00): Visita Guiada às Oficinas – Saiba mais sobre o processo de conservação e restauro da locomotiva a vapor CP 832, também conhecida por Espanhola, numa visita às respetivas oficinas.
  • 14 de abril (10h00): Oficina de Restauro – Um workshop de restauro no qual se transmitem os conhecimentos básicos do restauro e conservação de peças em ferro, através do restauro de um tirefond; Oficina para Crianças – Uma atividade de construção de uma locomotiva a vapor com materiais reciclados, permitindo o desenvolvimento da criatividade dos mais novos, bem como aquisição de novos conhecimentos.

Todas as atividades são de inscrição obrigatória, a qual pode ser efetuada através do email servicoaocliente@fmnf.pt ou através do telefone 249 130 382.

Ana Rita Cristóvão

Abrantina com uma costela maçaense, rumou a Lisboa para se formar em Jornalismo. Foi aí que descobriu a rádio e a magia de contar histórias ao ouvido. Acredita que com mais compreensão, abraços e chocolate o mundo seria um lugar mais feliz.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.