Comboio Real Português. Foto: Museu Nacional Ferroviário

De forma a assinalar os 166 anos dos primeiros passos do caminho de ferro em Portugal, o Museu Nacional Ferroviário, no Entroncamento, convida todos a participar em diversas iniciativas. Entre os dias 28 e 30 de outubro, o museu vai abrir as suas portas (entrada livre) para celebrar este acontecimento histórico, proporcionando visitas guiadas (incluindo ao interior do Comboio Real), apresentações de livros e oficinas para famílias.

Neste sentido, quem quiser entrar no pavilhão de uma locomotiva a vapor, na cabine de locomotivas, em carruagens e salões e descobrir mais sobre a história destas grandes máquinas, como eram conduzidas, qual a sua função, quem nelas trabalhava e muito mais, tem a oportunidade de o fazer às 11h00 ou às 15h00 do dia 28 de outubro (sexta-feira), com a visita “A Bordo”.

No mesmo dia, a partir das 15h30, decorre também a apresentação do livro “Arte & Ferrovia – Outras Perspetivas”, um projeto IP e IPP.

A animação no sábado, por sua vez, inicia-se às 11h00 com a oficina de azulejos para famílias “Quadradinhos Brilhantes”, naquela que é uma atividade em parceria com a IP e IPP que “pretende sensibilizar a comunidade para a singularidade do património azulejar ferroviário e a necessidade da sua valorização, proteção e fruição”.

Já durante a tarde (15h00), vai ser inaugurado o sistema de sinalização do circuito do Minicomboio, o qual “permitirá aos visitantes conhecer o funcionamento e utilização da sinalização ferroviária, que foi implementada a 1 de maio de 1928 e permaneceu em vigor até 1960”, sendo que às 16h00 é apresentado o número especial da revista de poesia “Nervo”, subordinada à temática “O comboio e as viagens”.

A visita ao Comboio Real acontece no domingo, a partir das 11h00, sendo a mesma orientada pela responsável do Núcleo de Conservação e Restauro do Museu, a qual “levará os participantes a ‘viajar’ não só pela história do comboio, mas também no seu projeto de restauro”. Esta visita ao interior do Comboio Real só ocorre uma vez por ano, estando limitada a um número máximo de participantes.

Já entre as 11h00 e as 12h00, decorre a visita Tátil ao Museu, a qual permite a exploração tátil de algumas peças da coleção, estando disponível audiodescrição para as pessoas cegas e com baixa visão.  Às 11h00 e às 15h00, temos a visita “A Bordo”, na qual os participantes exploram diversos veículos da exposição permanente do Museu.

A programação acaba por se estender até 5 de novembro (15h00), dia da cerimónia de entrega de prémios e inauguração da exposição do “Concurso Nacional de Desenho sobre o Transporte Ferroviário”.

“Esta segunda edição do concurso, com o tema “O pacto ecológico europeu”, destinou-se a estudantes do 3º Ciclo de todos os estabelecimentos de ensino em Portugal Continental, Madeira e Açores e teve por objetivo divulgar o pacto ecológico europeu e promover o transporte e o património ferroviários junto dos mais jovens”. Nos dias 28, 29 e 30 de outubro a entrada no museu é livre.

Para mais informações, inscrições ou aquisição de ingressos para as atividades, deve-se contactat através do email servicoaocliente@fmnf.pt , do telefone 249 130 378 ou do site do museu.

Rafael Ascensão

Licenciado em Ciências da Comunicação e mestre em Jornalismo. Natural de Praia do Ribatejo, Vila Nova da Barquinha, mas com raízes e ligações beirãs, adora a escrita e o jornalismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *