Foto DR

O Município do Entroncamento melhorou o seu desempenho no estudo promovido anualmente pela Associação Portuguesa de Famílias Numerosas (APFN), que avalia a equidade dos tarifários de água dos 308 municípios portugueses.

Em 2015, com o intuito de mitigar a discriminação sobre as famílias numerosas, a Câmara Municipal do Entroncamento criou o Tarifário Familiar no Regulamento do Serviço de Abastecimento de Água do Concelho, traduzido no alargamento do volume faturado em cada um dos escalões, para agregados familiares com mais de cinco elementos.

Com a aplicação desta medida, em 2016, o estudo da APFN coloca o Município do Entroncamento no 152.º lugar do ranking nacional (277.º, em 2015) e no 12.º lugar no ranking distrital (21.º, em 2015).

Os tarifários de abastecimento de água penalizam os consumos excessivos através da subida do preço do litro de água em função do consumo total. Esta estrutura tarifária, que visa o uso responsável e sustentável deste recurso, cria diferenças substanciais no preço por litro de água para famílias com um mesmo consumo per capita. Daí a importância da criação de tarifários especiais para famílias numerosas.

O estudo poderá ser consultado em: https://www.apfn.com.pt/estudoagua/RelatorioEstudoAgua2016.pdf

José Gaio

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.