Natal no Entroncamento. Foto de arquivo: mediotejo.net

Este Natal, o Município do Entroncamento pretende apoiar o comércio local através da campanha “Neste Natal… Compre no Comércio Tradicional”. Um investimento de 15.000,00€ que pretende incentivar à aquisição de produtos no comércio da cidade, revitalizando desta forma um dos setores afetados pela pandemia de Covid-19.

O propósito da iniciativa é o de “dar um apoio ativo ao comércio” numa altura em que o setor atravessa uma fase difícil e, simultaneamente, “apoiar as famílias” nas compras nesta quadra natalícia. O Município propõe-se a apoiar a aquisição de produtos no comércio tradicional da cidade através da disponibilização de vales que podem ser adquiridos para gastar nos estabelecimentos aderentes.

Assim, estão a ser disponibilizados numa primeira fase 3000 vales num investimento municipal de 15.000,00€, os quais podem ser adquiridos pelos munícipes pelo valor de 5,00€ mas que na prática valem 10,00€, a ser usados em compras iguais ou superiores a este valor nas lojas aderentes, devidamente identificadas (excluindo-se supermercados, gasolineiras, estabelecimentos de comercialização exclusiva de bebidas e tabaco, entre outros).

Aprovada a proposta relativa a esta campanha de natal em reunião do executivo municipal por unanimidade, vai ser permitida a aquisição de três vales por pessoa (mediante apresentação do número de identificação fiscal). Posteriormente, os comerciantes entregam na Câmara Municipal os vales que receberam pelos munícipes para pagar os produtos adquiridos, e o Município, por sua vez, dá o valor correspondente aos comerciantes.

Os vales podem ser adquiridos desde o dia 25 de novembro na Galeria Municipal/Centro Cultural do Entroncamento (na Rua 5 de Outubro), aberto de terça-feira a sábado, entre as 08h30 e as 13h00. Os mesmos podem ser usados a partir da data de compra e até ao dia 6 de janeiro de 2021, em compras de valor igual ou superior a 10,00€, não sendo possível a sua conversão em dinheiro e, por conseguinte, a existência de troco ou reembolso.

Para já são cerca de 3000 vales que estão ser disponibilizados, mas a autarquia salienta que “havendo uma procura grande, vamos procurar reforçar a verba”.

Quanto aos comerciantes, podem aderir a esta campanha a qualquer momento através de ficha de inscrição própria disponibilizada no sítio institucional na internet do Município do Entroncamento, sendo-lhes posteriormente fornecido um selo identificativo de estabelecimento aderente à campanha “Neste Natal…Compre no Comércio Tradicional”.

Pode consultar os estabelecimentos já aderentes AQUI.

Campanha “Neste Natal… Compre no Comércio Tradicional”. DR: CME

(Notícia atualizada a 25/11/2020 com lista de estabelecimentos aderentes)

Ana Rita Cristóvão

Abrantina com uma costela maçaense, rumou a Lisboa para se formar em Jornalismo. Foi aí que descobriu a rádio e a magia de contar histórias ao ouvido. Acredita que com mais compreensão, abraços e chocolate o mundo seria um lugar mais feliz.

Entre na conversa

1 Comentário

  1. A pessoa paga 5 euros, mas vale 10 euros, e a compra mínima é de 10 euros… os restantes 5 euros é o município que paga? Isto é legal? Não estou a escrever que não, estou mesmo só a questionar com legítima curiosidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.