Escola Profissional Gustave Eiffel do Entroncamento. Foto: mediotejo.net

A Câmara Municipal do Entroncamento, no âmbito do Centro Local de Apoio à Integração de Migrantes (CLAIM) e a Cooptécnica Gustave Eiffel, Cooperativa de Ensino e Formação Técnico Profissional, CRL (proprietária da Escola Profissional Gustave Eiffel, com um polo no Entroncamento), no âmbito do Centro Qualifica, firmaram um protocolo de cooperação para formação de língua portuguesa para estrangeiros.

O protocolo veio para tomada de conhecimento a reunião de Câmara Municipal do Entroncamento de 19 de abril, tendo na ocasião o presidente do Município, Jorge Faria, referido que o mesmo consiste em “mais uma dimensão de integração dos migrantes que nos procuram”.

“Este protocolo promove mais facilmente o acesso das comunidades migrantes à formação formal, através, nomeadamente, dos cursos proporcionados pela Gustave Eiffel”, acrescentou.

Ana Rita Cristóvão

Abrantina com uma costela maçaense, rumou a Lisboa para se formar em Jornalismo. Foi aí que descobriu a rádio e a magia de contar histórias ao ouvido. Acredita que com mais compreensão, abraços e chocolate o mundo seria um lugar mais feliz.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *