Imagem Ilustrativa: Unsplash

Numa ação que pretende alertar e consciencializar os cidadãos para a necessidade de adquirir hábitos de vida amigos do ambiente, a “Hora do Planeta” desafia o mundo a desligar as luzes por 60 minutos. O Município do Entroncamento já disse “sim” e convida os munícipes a fazer o mesmo no sábado, entre as 20:30 e as 21:30.

No dia 26 de março (sábado), entre as 20h30 e as 21h30 o Entroncamento vai estar às escuras em prol do planeta. Juntando-se a uma iniciativa global que une milhões de pessoas e entidades nos quatros cantos do globo, esta ação simbólica pretende sensibilizar para a necessidade de proteger o meio ambiente e adquirir hábitos diários amigos do planeta.

Nesse sentido, durante uma hora, as luzes do Edifício dos Paços do Concelho, do Largo José Duarte Coelho, da Praça Salgueiro Maia, da Praça da República, do Jardim do Centro de Convívio, da Praça Marechal Carmona e dos Edifícios das Juntas de Freguesia de Nossa Senhora de Fátima e de São João Baptista vão estar apagadas.

A “Hora do Planeta”, conhecida globalmente como “Earth Hour”, é uma iniciativa da WWF (World Wildlife Fund) organizada desde 2007, com o propósito de sensibilizar a população mundial para o combate às alterações climáticas. Durante a Hora do Planeta, pessoas, empresas, comunidades e governos do mundo inteiro são convidados a apagar as luzes das suas casas, escolas, empresas e ícones de beleza naturais de todo o mundo, pelo período de uma hora para mostrar que apoiam o combate ao aquecimento global.

Ana Rita Cristóvão

Abrantina com uma costela maçaense, rumou a Lisboa para se formar em Jornalismo. Foi aí que descobriu a rádio e a magia de contar histórias ao ouvido. Acredita que com mais compreensão, abraços e chocolate o mundo seria um lugar mais feliz.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.