Localizado no Casal Vidigal, na freguesia de Nossa Senhora de Fátima, localiza-se o novo Parque Empresarial do Entroncamento. Foto: mediotejo.net

Quatro lotes do Parque Empresarial do Entroncamento vão ser vendidos em hasta pública no dia 22 de fevereiro, às 11:00, no edifício da Câmara Municipal, conforme decisão unânime do executivo na reunião extraordinária realizada esta sexta-feira.

A empresa que manifestou interesse, cuja identidade não foi revelada, tem uma “dimensão multinacional muito grande” e fabrica “um produto que está a revolucionar o mercado” no setor alimentar, revelou o presidente da Câmara.

Jorge Faria (PS) adiantou que o projeto “envolve níveis de investimento que daqui a cinco anos podem chegar aos 50 milhões de euros” e a criação de 150 postos de trabalho que no mesmo prazo podem subir para os 200.

Entusiasmado com o investimento que considera “muito importante”, o autarca acredita que “pode repercutir-se de forma significativa na economia regional”.

A empresa já está a laborar noutra parte do país e tenciona expandir a sua produção. No projeto do Entroncamento, tem vendas previstas de 10 milhões no primeiro ano e uma perspetiva de faturação na ordem dos 50 milhões de euros no prazo de cinco anos, revelou o autarca.

Nesta altura o Parque Empresarial do Entroncamento está em fase de infraestruturação estando o prazo de conclusão previsto para junho.

José Gaio

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.